NOTÍCIAS


Vice-presidente de El Salvador diz que 80% dos pastores fazem parte de “gangues”



O vice-presidente de El Salvador, Félix Ulloa, acusou a maioria dos pastores evangélicos de seu país de estarem ligados a gangues, em entrevista ao jornal francês Le Monde.

Ulloa fez a declaração enquanto falava sobre uma onda de assassinatos que aconteceu no país da América Central, que segundo ele, teria sido provocada por quadrilhas que se opõem ao mercado de investimentos  — das quais jornalistas e pastores fariam parte.

“80% dos pastores fazem parte dessas estruturas”, avaliou o vice-presidente de El Salvador.

Na entrevista, publicada em 12 de agosto, Ulloa destacou também que o governo “declarou guerra às gangues”, já que este seria o “último recurso” para alcançar a paz social.

Nesta segunda-feira (22), a Aliança Evangélica em El Salvador publicou uma nota, considerando as acusações de Ulloa “ofensivas”.

“Cada uma das instituições que compõem a Aliança Evangélica é legitimamente constituída e registrada no Ministério do Interior”, diz a nota. “Cada uma dessas instituições registra seus pastores por meio de documento ou credencial, que atesta o papel que desempenham e o apoio da instituição evangélica a que pertencem”.

Sobre as acusações

A Aliança Evangélica declarou ainda que, caso haja algum pastor que tenha participação comprovada como autor ou cúmplice de algum delito, sua conduta será totalmente repudiada.

 

A afirmação veio no mesmo dia em que o pastor geral da Missão Cristã Elim, Mario Vega, declarou que as igrejas evangélicas de El Salvador estão sob ataque por serem vozes dissonantes do atual governo.

“Estou muito interessado em saber onde [Félix Ulloa] conseguiu esses dados, porque para fazer uma declaração desse tipo e falar sobre percentuais específicos como ele falou, é porque há uma base”, ironizou, de acordo com o site Evangelico Digital. 

“Acho que o vice-presidente é uma pessoa educada, ele tem sido acadêmico e na área do Direito, tem contribuído muito. Você não acha que uma pessoa com essa qualificação faz uma afirmação sem ter uma base? Eu gostaria de saber qual é essa base”, acrescentou Vega.

Situação dos cristãos em El Salvador

A perseguição aos cristãos nos países da América Latina é uma realidade, e nos últimos tempos, houve um grande aumento no nível de hostilidade contra a Igreja em vários países. Entre os países em observação quanto à perseguição aos cristãos, segundo a Portas Abertas, está El Salvador.

No país, que está na 74º da Lista Mundial da Perseguição, o principal autor de perseguições contra as igrejas é exatamente o crime organizado. 

Os cristãos que pregam e agem contra a influência de gangues criminosas enfrentam um ambiente hostil e não podem circular livremente ou organizar as atividades da igreja sem pedir autorização ao líder criminoso local. 

Eles são forçados a pagar por proteção. Além disso, os líderes cristãos que trabalham para manter os jovens fora das gangues e os pais que tentam impedir que os filhos se filiem aos grupos tornam-se vítimas de represálias; às vezes, precisam fugir da comunidade ou até mesmo do país.



Fonte: Guiame


23/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO