NOTÍCIAS


Um terço dos pastores dos EUA dizem que ‘pessoas boas’ vão para o céu



Pelo menos um terço dos pastores nos Estados Unidos acredita que alguém pode ir para o céu por ser uma boa pessoa, de acordo com um estudo do Centro de Pesquisa Cultural da Universidade Cristã do Arizona, publicado na semana passada.

A pesquisa revelou que apenas 37% dos pastores americanos têm uma cosmovisão bíblica — ou seja, creem em fundamentos bíblicos básicos, como a salvação por meio de Jesus Cristo, a verdade moral, o valor da vida humana, entre outros.

Pelo menos um terço ou mais dos pastores seniores dos EUA acreditam que uma pessoa que faz coisas boas para o próximo, pode ganhar um lugar no céu. Essa crença predomina entre católicos (77%) e igrejas americanas tradicionalmente negras (66%).

Além disso, um terço dos pastores acreditam em outros princípios que vão contra a Bíblia, como: sexo entre solteiros que se amam é aceitável; não há uma verdade moral absoluta; o Espírito Santo não é uma ‘pessoa’, mas é um símbolo do poder ou presença de Deus; ter fé importa mais do que a religião que você segue; a reencarnação é uma possibilidade real; o socialismo é melhor do que o capitalismo e que  a Bíblia é ambígua em seu ensino sobre o aborto.

De acordo com o relatório, “a perda de crença bíblica é predominante entre os pastores em todos os grupos denominacionais” dos EUA.

Dados entre os pastores

Entre os pastores evangélicos, por exemplo, cerca de 43% disseram não acreditar que o acúmulo de riquezas é fornecido por Deus para cumprir os Seus propósitos. Outros 39% ​​disseram que não há verdade moral absoluta e que “cada indivíduo deve determinar sua própria verdade”. 

Já 38% não acreditam que “a vida humana é sagrada” e 37% disseram que ter fé é mais importante do que ter uma religião específica.

O dado mais surpreendente é que três em cada 10 pastores evangélicos (30%) não responderam concordam que a salvação seja baseada na confissão de pecados e em aceitar Jesus Cristo como salvador.

Falta de vida com Deus

George Barna, diretor de pesquisa, disse que os resultados podem estar ligados a outra tendência observada nos dados.

“Ao estudar os padrões de comportamento espiritual dos pastores, ficou evidente que grande parte deles não tem uma rotina espiritual regular”, disse Barna. “Havia uma correlação entre possuir crenças bíblicas e um regime consistente de leitura da Bíblia, oração, adoração e confissão.”

O relatório foi baseado em um estudo com cerca de 1.000 pastores de várias denominações dos EUA entre fevereiro e março de 2022.

Nesta segunda (5), o pastor Franklin Graham disse que não sabe quais são estes 1.000 pastores que foram pesquisados, mas vê que “os resultados são preocupantes”.

“Tudo isso são mentiras, e esse tipo de falso ensino é o que está desviando as pessoas e as igrejas. A Bíblia é a Palavra de Deus, de capa a capa. É a verdade absoluta — devemos viver por ela e podemos morrer por ela. Em Cristo, a Rocha Eterna, eu estou”, disse Graham.



Fonte: Guiame


08/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO