NOTÍCIAS


Um terço dos brasileiros estão infelizes no trabalho


Um terço dos brasileiros estão insatisfeitos em seus empregos, segundo números levantados recentemente pela McKinsey & Company. Esses índices, que se mantêm historicamente altos, revelam a urgência de debates sobre o tema. E quem contribui nesse sentido é Bernardo Cho, autor de Trabalho, propósito e descanso

Doutor pela Universidade de Edimburgo, na Escócia, o professor, teólogo e pastor coloca em foco questões que estão no centro da insatisfação dos trabalhadores, como cansaço, falta de propósito e objetivos irreais, e rascunha uma perspectiva teológica para dar conta das profundas transformações que vêm ocorrendo no mundo do trabalho. 

Complexo de vira-lata

Um dos pontos de atenção elucidados por Bernardo está no fato de que, com o domínio das mídias sociais, muitos têm acreditado na fantasia de que a meta mais valiosa de qualquer carreira é adquirir visibilidade ou “relevância. O autor sinaliza que há a uma multidão que não entende ao certo por que trabalha tanto de segunda a sexta-feira, sofre de certo complexo de vira-lata por não estar em evidência e, assim, pensa estar distante dos propósitos de Deus.

“Em uma cultura na qual sucesso é medido pela quantidade de ‘seguidores’, a ideia de que cada um possui um chamado pessoal tem sido usada (e abusada) como pretexto para uma busca desenfreada por protagonismo individual. Desse modo, ter ‘convicção de chamado’ não raro é confundido com ter um objetivo profissional — ou ministerial — ambicioso e buscar alcançar esse objetivo, custe o que custar.” 

Em Trabalho, propósito e descanso, Bernardo Cho propõe uma visão abrangente do sentido do trabalho, relacionando-o ao conceito bíblico de shalom — paz, segurança, plenitude de vida — no mundo. Ele defende que, ao compreender as raízes divinas do trabalho, os seres humanos tendem não somente a valorizar os esforços alcançados, mas também constatam a necessidade de descanso. 

Conforme afirma, é na composição desse equilíbrio que compreendemos que o sucesso no trabalho não é expresso pelo pagamento recebido, mas pelo sentimento de realização como ajudadores de um projeto divino. Assim, “trabalhar tem pouquíssimo a ver com um ‘mal necessário’ e transcende em muito qualquer realização individual”. 

Trabalho, propósito e descanso é lançamento da Editora Mundo Cristão. Está disponível para compra na Amazon.

Sobre o autor: 

Bernardo Cho é graduado em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, mestre em Divindade pelo Seminário Teológico Servo de Cristo, mestre em Novo Testamento pelo Regent College, no Canadá, e PhD em Linguagem, Literatura e Teologia do Novo Testamento pela Universidade de Edimburgo, na Escócia. É professor de Novo Testamento e Teologia Bíblica no Seminário Servo de Cristo, onde também coordena o programa de Estudos Doutorais em Ministério e o Curso Bíblico de Capacitação Ministerial. É pastor da Igreja Presbiteriana do Caminho e autor de O enredo da salvação, publicado pela Mundo Cristão.



Fonte: Guiame


24/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO