NOTÍCIAS


Traficante de 23 anos encontra Jesus e tem vida transformada: ‘Ele me mudou’



Ryan Prasad era o mais velho de três irmãos. Seu pai era um alcoólatra violento que descontava sua raiva na esposa e ignorava seus filhos. Ryan diz que por mais que quisesse ajudar, havia pouco que ele pudesse fazer.

“Senti que deveria ter sido capaz de fazer mais, mas realmente não consegui. Eu nunca fui o suficiente. Parecia que eu era um fracasso como homem. Eu tinha muito ressentimento em relação ao meu pai.”

No ensino médio, Ryan se sentia inseguro, irritado e procurava uma fuga daqueles sentimentos. O álcool e maconha surgiram nesse contexto. Ele acreditou que essas substâncias o curariam e o fariam ganhar a aceitação que ele desejava.

“Eu senti que tinha toda essa bagagem dentro de mim e então toda vez que eu bebia ou fumava maconha, era como um alívio temporário longe de tudo. A maconha não era legal, então você era considerado legal ou rebelde. Parecia que eu atraía uma multidão diferente.”

Subindo para o tráfico

Na faculdade, Ryan começou a vender maconha por um pouco de dinheiro extra e para sustentar seu vício. Rapidamente se tornou um traficante.

“Eu apenas senti poder, e isso me consumiu. Tudo o que eu estava aprendendo na escola, eu estava realmente aplicando no meu negócio. Eu era apenas uma criança bem quieta. Eu não tinha esse tipo de popularidade. Mas acabei me tornando uma ‘estrela do rock’ da noite para o dia.”

O dinheiro e as festas eram bons para Ryan. Por isso, ele abandonou os estudos para vender drogas mais pesadas em tempo integral, com o objetivo de criar seu próprio império.

“Tornei-me realmente egocêntrico; realmente egoísta. Eu realmente queria minha independência. Eu queria meu próprio lugar, você sabe, eu queria dirigir um carro melhor. Eu queria ter uma namorada. Eu quero agora e quero da maneira mais rápida possível.”

Depois de viver dois anos como um traficante de drogas, Ryan tinha tudo o que queria e mais: dinheiro, respeito e um vício em drogas de várias centenas de dólares por dia.

Sem saída

Ryan conta que ainda jovem, aos 23 anos, não via saída. 

“Era um ciclo sem fim. Todos aqueles mesmos problemas ainda estavam lá. Eu me sentia tão inadequado e me sentia um fracasso. Eu me odiava. Era muito difícil para mim até mesmo me olhar. Eu simplesmente odiava o que me tornei. Eu só sabia que o que estava fazendo era errado, e sabia que precisava sair. A realidade é que provavelmente teria que ficar até ir para a cadeia, ou morrer.”

Nos três meses seguintes, Ryan fez a única coisa em que conseguiu pensar: orou.

‘“Eu acreditava em algum sentido de um poder superior e Deus. Eu estava realmente perguntando: ‘Deus, se você está aí, preciso que você me ajude a sair do meu estilo de vida, e o que estou fazendo porque não sei como sair dele ou o que fazer.’ Eu estava desesperado.”

Resposta de oração

Em outubro de 2016, Ryan foi preso enquanto vendia narcóticos para um policial disfarçado. Quando as autoridades revistaram sua casa, também encontraram uma arma. Ryan enfrentou seis anos de prisão.

“Fiquei meio aliviado. Eu nem estava ansioso ou realmente estressado. Eu esperava que fosse a resposta à minha oração na época. Eu estava tipo, ‘Ok, finalmente um novo começo.’ Isso me fez perceber que Deus estava realmente trabalhando nisso.”

Três semanas depois, o tribunal concedeu o pedido de Ryan para ser libertado sob fiança para uma casa de recuperação cristã chamada Lucas 15. Lá ele começou a frequentar uma igreja local e um grupo de oração.

Ryan conta que uma noite, enquanto o líder orava por ele, teve uma experiência com Deus.

“Apenas senti que essa presença veio sobre mim, ao meu redor. A felicidade completa é a melhor maneira de descrevê-la. Foi apenas alegria, paz – e eu usei muitas drogas na minha vida, e nada se compara a isso.”

Vida para Jesus e batismo

Depois de aprender mais sobre a fé em Deus nos meses seguintes, Ryan entregou sua vida a Cristo e foi batizado.

“Tudo mudou para mim. Todos aqueles medos, inseguranças, problemas e questões, tudo simplesmente não importava mais. Tive uma nova experiência e senti Deus em minha vida pela primeira vez. Só me lembro de dormir com um sorriso no rosto, acordar com um sorriso no rosto. Subindo as escadas; abraçar as pessoas”.

Mais tarde Ryan foi considerado culpado por porte de drogas, tráfico e posse de arma de fogo ilegal. Ele cumpriria 6 meses de uma sentença de 23 meses antes de ser posto em liberdade condicional em 2018.

Hoje, Ryan está trabalhando em tempo integral para uma empresa de telhados. Ele também fala aos adolescentes sobre os perigos das drogas e a satisfação que encontrou em Cristo.

“Ele me mudou. Ele ainda tem muito a me ensinar. Onde eu não senti que era bom o suficiente, ele me deu um propósito. Eu gosto da minha vida, eu vivo uma vida feliz. Tudo se resume ao seu coração. Se ele pode fazer isso por mim, imagine o que ele pode fazer por você.”



Fonte: Guiame


27/07/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO