NOTÍCIAS


Soldado baleado sobrevive ao clamar a Deus e se torna pastor: "Sou um milagre ambulante"


Ao ver os ataques terroristas do 11 de setembro, em 2001, o americano Brandon Blair decidiu que iria se alistar na guerra contra o terror, enquanto estava na faculdade.

Entre os primeiros a lutar, Brandon se tornou um fuzileiro naval e foi enviado para o front do Iraque

Antes de embarcar, um cristão idoso entrou no ônibus onde estavam os militares e entregou exemplares do Novo Testamento dos Gideões Internacionais.

“Eu pensei, bem, isso é muito legal. Amei o tamanho e a cor, e combinou com nossos uniformes. Ele se encaixava perfeitamente dentro do bolso esquerdo do meu uniforme”, disse Brandon em um vídeo no YouTube, em que contou seu testemunho.

“O coloquei no bolso esquerdo do peito como um símbolo de boa sorte e pensei que talvez me trouxesse grande sucesso e me trouxesse de volta para casa”.

Porém, o fuzileiro não chegou a ler a pequena Bíblia. No front, em Fallujah, foi um banho de sangue.

A situação era tão ruim que a comida do pelotão era enviada por helicóptero e lançada do ar. A única vez que um capelão foi ministrar aos soldados, seu veículo foi atingido com um explosivo e ele não pode mais voltar.


Brandon Blair no Iraque. (Foto: Facebook/Brandon Blair).

“Minhas chances de voltar para casa eram muito pequenas. Mas, honestamente, nunca pensei que iria me machucar”, observou o militar.

Porém, em agosto de 2006, Brandon foi alvejado no peito por uma bala de um franco-atirador.

Uma tempestade de areia impediu seu resgate por helicóptero, então ele precisou esperar mais tempo por uma evacuação terrestre.

Clamando por misericórdia

Enquanto lutava pela vida, Brandon se lembrou do Novo Testamento em seu bolso e começou a clamar a Deus por misericórdia.

“Fui baleado no peito e estava deitado nas areias do Iraque. Tudo o que pude fazer foi olhar para cima e implorei a Deus ali mesmo que ele poupasse minha vida”, contou ele.

“Porque eu sabia que não estava pronto para ficar diante de Deus e que precisava colocar algumas coisas em ordem”.

Quando o resgate chegou, o milagre já estava acontecendo no corpo do soldado. 

“Este homem é um milagre”

“Eles começaram a trabalhar em mim quando finalmente me levaram ao Hospital Fallujah, e lembro que um dos policiais disse: ‘Este homem é um milagre’. Porque, embora eu tivesse sofrido os ferimentos no peito, não tive sangramento interno. O Senhor certamente ouviu minha oração”, testemunhou Brandon.

Se recuperando no simples hospital local, em uma tenda improvisada, ele recebeu a notícia que um de seus companheiros de batalha havia morrido, baleado por um franco-atirador.

Sozinho em seu leito, Brandon enfrentou uma depressão. “Meu coração foi quebrado. Entrei no ponto mais baixo da minha vida. Estou em um quarto de hospital sem ninguém para conversar”, confessou.

“Meus companheiros fuzileiros estão lutando, se machucando e morrendo. E eu não posso fazer nada sobre isso. Naquele momento da minha vida, eu nunca tinha experimentado depressão, mas estava em um poço de depressão e não me importava se eu vivia ou morria”.

Recebendo Jesus após ler o Salmo 40

Nesse momento, Brandon se lembrou novamente da Bíblia, guardada em seu bolso esquerdo, e a leu pela primeira vez.

O Salmo 40 tocou profundamente o soldado, que percebeu que era um pecador necessitado da graça de Deus. “Eu não estava apenas em um poço de depressão, eu estava em um poço de pecado”, comentou.

E naquele dia, em seu leito, Brandon aceitou Jesus e nasceu de novo. Hoje, ele é pastor da Igreja Batista Langston, na Carolina do Sul, Estados Unidos.

“Como qualquer militar sabe, sou um milagre ambulante. O Corpo de Fuzileiros Navais me deu um coração roxo [por seu ferimento de guerra]. Mas Deus me deu um coração novinho em folha”, declarou o cristão.

E concluiu: “Este mundo está com problemas. Não precisamos de outro presidente. Não precisamos de outro político. Tudo o que precisamos é da Palavra de Deus”.

 



Fonte: Guiame


15/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO