NOTÍCIAS


Sem chances de sobreviver, médica manda família orar por jovem e ele é curado


Treinador de CrossFit, Evan estava se preparando no final de 2017 para um evento quando começou a se sentir mal. Após ter avisado de seu estado a um colega, ele desmaiou. Imediatamente o amigo aplicou manobras de RCP, depois a família de Evan recebeu uma ligação sobre o ocorrido.

“Estávamos pensando que algo bobo havia acontecido”, disse Carlie, a irmã mais nova de Evan. “Como se ele tivesse com baixo nível de açúcar no sangue ou tivesse caído, algo que realmente poderia ser facilmente consertado.”

Mas a situação era muito pior. Mesmo Evan não tendo histórico de problemas cardíacos, ele foi vítima de uma parada cardíaca súbita. Noventa e cinco por cento das vezes isso acontece fora do hospital – e o paciente não sobrevive.

A mãe de Evan recebeu a notícia da médica: “Seu filho está muito doente e acho que não podemos salvá-lo. Estou trabalhando nele, estou fazendo tudo o que posso, mas o estado é grave”.

Enquanto as equipes de emergência tentavam estabilizar o coração de Evan, ele codificou três vezes.

“Infelizmente, aquele coração estava apertando a 10%. Isso realmente nos mostrou como seu coração estava doente e, naquele momento, não tínhamos muita certeza se ele iria se recuperar ou se continuaria em insuficiência cardíaca congestiva”, contou a cardiologista, Dra. Raquel Bennet Gittens.

“Eu me lembro da minha irmã andando; ela estava chorando e disse, ‘Carlie, não volte lá’. E eu fiquei tipo, ‘se esta é a última vez que vejo meu irmão, eu vou voltar lá’. E durante esse tempo, ele codificou novamente”, lembrou Carlie. “Acho que foi o momento em que realmente senti medo de que esta pudesse ser a última vez que veria meu irmão.”

Momento de oração

Com o passar das horas, os médicos revelaram à família de Evan a triste verdade.

Sua irmã mais velha, Hailey, lembra-se da médica dizendo: “Evan pode morrer nos próximos cinco minutos. Ele poderia viver durante a noite, mas morrer na manhã seguinte. Ou, ele pode fazer uma recuperação completa”. E ele disse: “Estou realmente apostando na opção três – mas não é provável”.

A médica deu à família uma tarefa especial: orar por Evan. Eles ligaram para todos que puderam e, em poucos minutos, seus amigos apareceram.

“Todo o saguão estava cheio de gente”, lembrou a mãe de Evan. “Eu diria pelo menos 45, 50 pessoas.” 

“Foi incrível”, disse Hailey. “Basicamente, assumimos a sala de emergência.”

Evan conta seu testemunho milagroso. (Captura de tela CBN News)

Evan sobreviveu durante a noite, mas ele dificilmente estava fora de perigo – seus órgãos estavam desligando.

“Lembro-me de ir ao banheiro e ficar de joelhos, chorar e orar”, disse Hailey em meio às lágrimas. “Lembro-me de dizer ‘Deus, se você precisa levar Evan, você sabe, você ainda é bom, mas por favor, salve-o.’”

Luta incessante

A Dra. Gittens também orou com a família e decidiu que a melhor chance de sobrevivência de Evan seria uma transferência para outro hospital – uma jornada arriscada.

“Ele novamente teve uma parada cardíaca na maca, mas felizmente a enfermeira estava com o desfibrilador na mão. A máquina não cabia no helicóptero, então tivemos uma minicrise na época. Então, o que fizemos foi embalá-lo com talvez vinte sacos de gelo para manter seu corpo na temperatura central”, disse a Dra. Gittens.

Enquanto isso, Evan começou a mostrar sinais de melhora. Seus órgãos começaram a funcionar novamente.

“Acabamos de publicar no Facebook”, lembrou Hailey. “’Ei, este é o relatório que recebemos esta manhã às 8h30, por favor, ore para que seus órgãos melhorem.’ E naquela noite, eles estavam! Todos na sala ficaram estupefatos porque ele passou de 0% de chance para OK, seus órgãos ficaram completamente bem”.

Ainda mais surpreendente, seu coração passou de dez por cento de funcionalidade para trinta, mas ninguém sabia qual seria sua atividade cerebral. No terceiro dia, Evan começou a acordar.

“Ele abriu os olhos e estava rolando a cabeça e eu disse: ‘É a mamãe. É mamãe. Estamos aqui, você vai ficar bem. Eu disse, ‘todo mundo está vindo visitar, sua equipe CrossFit estava aqui’, e no minuto em que eu disse ‘CrossFit’, sua cabeça levantou e ele estava olhando em volta, ele estava procurando por seus amigos do CrossFit, e havia lágrimas rolando nos meus olhos e eu disse, ‘ele tem atividade cerebral! Ele sabe do que estou falando!”.

Surpreendentemente Evan continuou a melhorar.

“Dentro de cinco dias eles vieram e disseram que seu coração estava quase perfeitamente normal, e parecia que nunca tinha acontecido nenhum problema, e eles não conseguiam entender”, disse a mãe de Evan.

“Sempre acreditei que não podemos subestimar a importância e o valor da fé, da oração e de uma família solidária ao lado do leito”, disse a Dra. Gittens. “Nada pode substituir isso.

De volta para casa

Duas semanas depois de ser internado no hospital, Evan Hinson voltou para casa, bem a tempo do Natal.

“Esse era o objetivo principal”, disse Evan. “Eu só queria acordar no dia de Natal e poder ir para a sala e passar um tempo com minha família.”

“Sei que foi o melhor Natal que já tivemos, quando Evan voltou para casa”, lembrou Hailey. “Foi o primeiro Natal em que não brigamos, não tivemos drama, foi – apenas gostamos de estar juntos, curtimos a vida e agradecemos a Deus pelo que tivemos naquele momento.

Vida normal

Hoje, Evan está trabalhando e indo para a faculdade – e não apresenta sinais de problemas cardíacos. 

“Ainda olho para Evan e Deus é incrível e ele é tão bom e sou tão abençoada por ele estar aqui hoje, sou tão abençoada”, disse sua mãe, em meio às lágrimas.

“A mãe de Evan me enviou uma mensagem em dezembro passado”, disse a Dra. Gittens. Ela disse: ‘Recebi o melhor presente de Natal que eu poderia pedir. Eu recuperei meu filho.’”

Evan mostra a cicatriz após ser hospitalizado por parada cardíaca. (Captura de tela CBN News)

Evan agora tem uma cicatriz e, por precaução, usa um marca-passo – mas a maior lembrança de seu milagre de Natal acontece quando pessoas que Evan nunca conheceu dizem a ele que estavam orando por sua recuperação.

“Acabou por me dar muita confiança no Senhor e na minha fé e ser capaz de realmente entender que ele faz milagres”, disse Evan.

“Só me permitiu ver que ele realmente tem um plano para a minha vida e que ele controla muito mais do que eu penso!”



Fonte: Guiame


22/12/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO