NOTÍCIAS


Quem foi Miriã?



Miriã, a irmã mais velha de Moisés, aparece a primeira vez em Êxodo 2. Nesse mesmo capítulo, no verso 8 ela é chamada de “moça” e significa que ela já era uma jovem que estava na idade para se casar.

Certamente Miriã foi a mulher mais importante na história de Israel desde o Êxodo e durante os 40 anos de peregrinação no deserto!

Uma curiosidade: O nome de Miriã é exatamente o mesmo nome hebraico de Maria, a mãe de Jesus!

Miriã vai aparecer logo à frente em Êxodo 15.20,21, depois que os israelitas cruzaram o mar Vermelho ela então vai cantar ela vai dançar e ela é chamada então de profetisa! Isso é muito importante, porque o profeta Miqueias vai citar Miriã em Miqueias 6.4 onde o Senhor diz que tirou o povo de Israel da terra do Egito e os resgatou da casa da servidão e enviou adiante deles Moisés, Arão e Miriã.

Isso é muito importante!

Miriã surge novamente em Números 12.1-16, onde ela e Arão falaram contra Moisés por causa da mulher cuxita. É o momento em que Miriam fica leprosa por causa do seu pecado de rebeldia.

A lepra se manifesta como uma punição divina em relação ao pecado. Por isso, lepra é um dos principais símbolos do pecado. Não se trata de uma doença no sentido patológico do termo, com seus sintomas bem característicos e sua evolução natural. A lepra descrita na Bíblia, seguramente não é a doença de Hansen, mas uma doença que degradava a pele, e que atinge não apenas os homens, mas também as vestimentas e as paredes das casas (cf. Lv 13-14).

Esse evento vai ser lembrado por Moisés, quando ele fala em Deuteronômio 24.8,9, para que os israelitas tomassem cuidado com a lepra (que indicava a consequência do pecado) e fizesse tudo segundo o que foi ensinado pelos sacerdotes, e ele disse: “Lembrem-se do que o Senhor, seu Deus, fez com Miriã no caminho, quando vocês saíram do Egito.”

Após sete dias, Miriã foi restaurada da lepra e reintegrada ao acampamento onde estava o povo de Israel (Nm 12.15,16).

E, por fim, a morte de Miriam é narrada em Números 20.1, onde diz que: “Toda a congregação dos filhos de Israel chegou ao deserto de Zim, no primeiro mês, e o povo ficou em Cades. Ali Miriã morreu e ali ela foi sepultada.”

Felipe Morais é servo temente ao Senhor e atua como pastor na Igreja Batista do Reino, Bacharel em Teologia, escritor (Os Segredos da PÁSCOA: e a Salvação do Povo de Deus | Perdão: assim como nós perdoamos), atua como professor no YouTube pelos canais Curso Bíblico Online e Devocional Bíblico Online.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Andar com Cristo exige ruptura com as velhas práticas do mundo



Fonte: Guiame


27/12/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO