NOTÍCIAS


Premiê da Índia vai à igreja na Páscoa e cristãos questionam: 'Mas e a perseguição?'



O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, visitou uma igreja católica em Nova Délhi no domingo de Páscoa. Na ocasião, ele cumprimentou padres e fiéis, cujos aliados são conhecidos por atacar a comunidade minoritária.

Segundo o portal de notícias The Hindu, o partido governante Bharatiya Janata (BJP) pode estar tentando cortejar os eleitores cristãos. Narendra compareceu ao culto na Igreja da Catedral do Sagrado Coração na capital do país e plantou uma árvore no local no último domingo (9).

Desde que o partido do primeiro-ministro chegou ao poder em 2014, os cristãos apontam para uma perseguição contínua e um declínio na liberdade religiosa

AC Michael, ex-membro da Comissão de Minorias do governo de Delhi, divulgou uma declaração em resposta à visita de Narendra, compartilhando estatísticas sobre a perseguição cristã no país.

“É fato que os incidentes de violência contra os cristãos aumentaram de pouco mais de 100 em 2014 para 600 até o final de 2022, de acordo com o serviço de atendimento gratuito do United Christian Forum (UCF). Este ano, já testemunhamos 200 incidentes nos primeiros 100 dias”, disse Michael, coordenador nacional da UCF.

Ele acrescentou: “Também é outro fato que a Suprema Corte da Índia, desde 1º de setembro de 2022, tem repetidamente pedido detalhes da violência contra cristãos em toda o país e o governo de Narendra já buscou três prorrogações, pois não consegue. encontrar incidentes de conversões forçadas que são o pretexto para atingir os cristãos”.

Declarações do primeiro-ministro

Em um post no Twitter, Narendra falou sobre a visita enfatizando seus encontros com líderes religiosos cristãos e afirmando que seu governo está comprometido com o bem-estar e o desenvolvimento de todas as comunidades.

“Hoje, na ocasião muito especial da Páscoa, tive a oportunidade de visitar a Catedral do Sagrado Coração em Delhi. Também conheci líderes espirituais da comunidade cristã”, escreveu ele.

“Que este dia promova felicidade e harmonia na sociedade”, acrescentou. 

De acordo com o Christian Post, ele busca fortalecer os laços com os cristãos nos estados de Nagaland e Meghalaya, no nordeste, e no estado de Kerala, no sul, onde a comunidade tem sua maior população na Índia.

Este ano, são esperadas eleições legislativas em nove estados, juntamente com inúmeras eleições parciais para assembléias legislativas estaduais e eleições locais. Além disso, em 2024 iniciará as eleições legislativas em mais sete estados, bem como as eleições gerais nacionais.

Portas Abertas

A missão Portas Abertas classificou a Índia como o 10º pior país do mundo em perseguição cristã. O grupo atribui o aumento da perseguição à eleição de Narendra e à ascensão do BJP. 

Os cristãos representam apenas 2,3% da população da Índia, enquanto os hindus representam mais de 80%.

A organização afirmou que os extremistas hindus buscam “limpar” o país dos cristãos e outras minorias religiosas e que esse impulso está enraizado no Hindutva, uma ideologia que nega aos crentes e outras minorias a verdadeira identidade indiana e visa “purificar” o país de sua presença. 

Essa ideologia é responsável pelo direcionamento sistêmico e muitas vezes violento de cristãos e outras minorias religiosas, incluindo o uso da mídia social para disseminar desinformação e incitar o ódio.



Fonte: Guiame


11/04/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
ADORA TOP