NOTÍCIAS


Pequenas pedras causam grandes tombos



Ninguém tropeça em uma montanha. Tropeçamos em pequenas pedras. Você já deve ter ouvido uma música chiclete, que fica grudada na mente e não sai. Não adianta orar, jejuar que aquela “praga” gruda de uma maneira que demora horas, até dias para deixar nossos pensamentos. Assim são os pequenos sofismas que vão se estabelecendo ao longo da vida e se transformam em muralhas que nos impedem de enxergar as verdades que precisamos.

Imagine-se dirigindo do trabalho para casa. As ruas estão ocupadas, mas você segue sem problemas. Agora visualize dois cenários. No primeiro, seu telefone começa a tocar, vibrar e acender conforme você recebe uma chamada. No cenário alternativo, você percebe uma breve piscada na tela quando uma mensagem de texto chega. Qual seria a mais provável de afetar sua condução?

Você pode pensar que o telefonema seria a maior distração. Mas um estudo publicado na Current Biology sugere exatamente o oposto. Trabalhando com 95 voluntários, os psicólogos da Johns Hopkins University descobriram que distrações sutis mudam o que estamos fazendo mais do que as óbvias.

Muitas vezes, nos perdemos por pequenas distrações. Dale C Bronner diz: “A distração é o roubo de seus sonhos em câmera lenta”. Você já parou para pensar no que tem te distraído? Em que você tem sido roubado?

O que eu acho incrível na história de Jesus é que na Bíblia você não o vê discutindo com ninguém por coisas pequenas ou insignificantes. A respeito de política, Ele se posicionava e ponto. Em tantas outras questões, porém, nem parava para discutir. Simples assim!

São realmente as pequenas coisas que nos roubam. Há pessoas que dizem não conseguir ler um livro, que poderia ensiná-las a respeito de muitos assuntos e edificar bastante sua vida, mas ficam horas lendo mensagens de Instagram, Facebook e WhatsApp.

E não é só isso. Não são poucas as pessoas que não têm tempo de ir à Igreja, mas ficam um longo tempo dentro de um shopping. E sem problema algum. Ou não conseguem assistir a uma mensagem que ajude sua trajetória, porém, fazem maratonas de séries uma noite toda.

Cuidado! São as pequenas coisas que nos esfriam e nos tiram do propósito. Pense em sua vida: Quais são as pequenas coisas que têm te distraído? O salmista se atentou para isso: “Desvia os meus olhos das coisas inúteis; faze-me viver nos caminhos que traçaste” (Salmos 119:37).

Entenda isso!

Pare de se perder nas pequenas coisas. Vigie, vigie e vigie!

Alexandre Grego é Pastor, Bacharel em Teologia, Life Coaching, e escritor dos livros “Somos Flechas”, “E Urias?” e “Não existe família perfeita, existe família feliz”. Também é conferencista nas áreas de liderança e casais. Exerce sua atividade pastoral no Ministério Apostólico Koinonia, na cidade de Mogi das Cruzes/SP, é casado com a Pra. Marines Grego.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Eu preciso sofrer?



Fonte: Guiame


09/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO