NOTÍCIAS


Pastor que sofreu atentado em culto fala sobre guerra espiritual: ‘Havia forças demoníacas em ação’



O pastor Glenn Germany, que teve o culto interrompido por um homem que tentou tirar sua vida, refletiu sobre a batalha espiritual que os cristãos enfrentam na atualidade.

Em uma entrevista à CBN News, o pastor relembrou o incidente e destacou “a necessidade de proteger as igrejas física e espiritualmente”.

Milhões de pessoas assistiram ao vídeo de um homem armado que atirou no pastor enquanto ele ministrava a Bíblia na Igreja Jesus’ Dwelling Place, na Pensilvânia, Estados Unidos.

O caso ocorreu no dia 5 de maio e após a arma não disparar, o homem foi contido por membros da congregação.

“Eu realmente acredito que é mais do que apenas um ato de violência. A única coisa que vejo é o cano da arma. E nesse ponto os instintos naturais entraram em ação: ‘Abaixe, corra e tente sair da direção do tiros’”, disse o pastor à CBN News.

Segundo ele, todos afirmam que foi a proteção de Deus em ação: “Isso não foi nada além de um ato de Deus. Aquela arma estava funcionando trinta minutos antes de ele chegar às nossas instalações. Ele já havia matado alguém”.

Como pastor há quase trinta anos, Germany compartilhou que agora testemunhou a fidelidade de Deus num nível que nunca imaginou.

“Deus prometeu que nos protegeria da violência. Ele prometeu colocar anjos ministradores ao nosso redor, e então o inimigo tentou atacar, mas ao mesmo tempo, Deus bloqueou”, afirmou ele.

Guerra Espiritual 

Durante a entrevista, o pastor Germany destacou que “forças espirituais” também estiveram em ação. Ele relembrou que o suspeito revelou ouvir vozes que o encorajaram a matar o pastor.

“Acredito que o inimigo estava o usando. Eles [os demônios] operam no natural, embora sejam espirituais. Então, ele precisava de um instrumento natural para realizar sua vontade e de alguém que não entendesse os caminhos de Deus ou que não estivesse livre do pecado, que não tivesse poder sobre as vozes como nós, como crentes. Ele apenas se submeteu à voz que ouviu”, explicou Germany.

A CBN News informou que as ameaças contra as igrejas não são atuais. De acordo com o “Family Research Council”, os tiroteios em congregações mais que duplicaram entre 2022 e 2023. 

Desde o ataque, o Germany implementou novas medidas de segurança na sua igreja.

“Estamos trabalhando com um grupo da Flórida. Eles estão realmente fazendo um trabalho fantástico e estão tomando a primeira iniciativa para nos ajudar a resolver este problema”, disse ele. 

Aos líderes, ele destacou: “Você quer que as pessoas entrem e se sintam seguras. Então, você precisa se concentrar nas pessoas que entram na sua igreja, especialmente se você não o conhece”.

Germany perdoou o suspeito, identificado como Bernard Polite, que foi acusado de homicídio criminoso pela morte do primo e também enfrenta acusações sobre o incidente na igreja.

“Não há pecado além da redenção de Deus. Não importa o que alguém fez, sempre pode ser perdoado”, concluiu o pastor.

 



FONTE: GUIAME


12/06/2024 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/OFICIALDESTAKGOSPEL/

NO AR:
- DESTAK GOSPEL