NOTÍCIAS


Pastor morre após 10 anos de prisão na Eritreia e autoridades impedem sepultamento



Após passar 10 anos numa prisão da Eritreia — um dos países que mais perseguem os cristãos no mundo, ocupando o 4º lugar na Lista Mundial da Perseguição — o pastor Teslay Yihdego faleceu. 

A Portas Abertas informou sobre sua morte com bastante tristeza. Teslay era líder da Meserete Kristos Church e faleceu na manhã do dia 9 de abril com 58 anos de idade.  

O pastor foi diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, que se desenvolveu enquanto estava na prisão. Seu caso era irreversível e ele foi liberado para voltar para casa, onde faleceu.  

Sobre o pastor Teslay

Formado em Teologia na Etiópia, ele serviu a igreja etíope durante alguns anos. Em 1988, ele foi para a Eritreia e serviu fielmente a igreja local até 2013, conforme conta a organização.

Teslay foi preso em uma das séries de detenção de cristãos que o governo eritreu estabeleceu na época. Ele permaneceu preso durante dez anos e dois meses, onde as condições de saneamento e alimentação eram péssimas. 

“Muitos cristãos morrem na prisão, tudo porque eles seguem a Jesus em uma nação que olha o cristianismo como uma religião suspeita”, destacou a organização.

Família ainda aguarda para sepultar o corpo

De acordo com parceiros locais da Portas Abertas, a família ainda está aguardando uma autorização para sepultá-lo. O enterro foi planejado para acontecer em um vilarejo perto da capital da Eritreia, Asmara, mas a decisão está envolvendo uma grande burocracia por parte do governo e gerando estresse para a família enlutada.  

Essa estratégia das autoridades eritreias visam tornar o luto dos cristãos, que já é difícil, ainda mais desgastante. A Portas Abertas pede orações pela família, pelos membros da igreja onde o pastor era líder e por todos os cristãos que continuam presos na Eritreia.



Fonte: Guiame


18/04/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
ADORA TOP