NOTÍCIAS


“O túmulo é o único lugar do mundo onde não é possível encontrar Jesus”, diz pastor



Durante uma viagem com uma caravana para Israel, o pastor Joel Engel visitou alguns pontos bíblicos que são marcados por acontecimentos importantes.

O principal deles é a Tumba do Jardim que, segundo a tradição, pertencia a José de Arimateia, que pediu a Pilatos o corpo de Jesus para sepultá-lo de forma digna.

Ao chegar no túmulo, os peregrinos cristãos que vão a Israel se deparam com uma placa na entrada, na qual está escrito: “Ele não está aqui, pois Ele ressuscitou”.

“É possível visitar o túmulo com os ossos de todos os líderes que criaram religiões. A única religião do mundo em que você não vai encontrar os ossos no túmulo de seu criador é o cristianismo. Ele ressuscitou. Aqui está o túmulo vazio”, declarou o pastor.

E completou: “Quando você visitar esse túmulo, lembre-se que Ele foi o primeiro, os próximos seremos nós.”

O pastor aproveitou para fazer um apelo àqueles que estão distantes de Deus. “Esse é o único lugar do mundo em que você não vai encontrar Jesus. Onde Jesus está hoje? Ele está procurando corações abertos para que Ele possa entrar.”

Para aqueles que caminham com Cristo, Engel também deixou um apelo: “Vá ao mundo inteiro e anuncie essa mensagem: Ele vive! E por isso, nós podemos crer no amanhã.”

Esperança no futuro

Quando se trata do amanhã, é possível ter a esperança de dias bons. Em uma reflexão em frente ao Mar da Galileia, Joel Engel meditou no texto de Jeremias 29:11, que diz: “‘Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o Senhor, ‘planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro.’”

“Deus deu essa palavra a Jeremias em um momento de tristeza. Ele assegurou que tinha planos de paz e prosperidade para a nação de Israel. A nossa nação, o Brasil, também está nos planos de Deus. A sua vida também está nos planos de Deus. Ele tem planos de paz, esperança e um futuro”, disse.

Em outro ponto da viagem, no Vale de Jaboque, onde também está localizado o rio Jaboque, Engel meditou sobre o acontecimento bíblico naquele lugar. “Estamos onde houve a maior batalha espiritual pela nação de Israel”, afirmou. 

“Jacó passou a noite toda aqui neste lugar lutando. Depois da luta, ele passou por este rio. E naquela noite, depois da batalha, seu nome foi mudado para Israel”, relatou.

“Seu irmão o estava esperando com guerreiros a cavalo. Ele venceu a batalha na oração. Quando o sol nasceu, ele recebeu a troca do nome: Israel, o homem que luta com Deus. Isra, que significa homem. El, que significa Deus”, explicou.

Por fim, o pastor deixa uma mensagem: “Vamos pedir a Deus que mude o nosso nome. E para mudar o nome, é preciso que seja mudada a essência.”



Fonte: Guiame


25/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO