NOTÍCIAS


‘O Brasil não está nas mãos de homens, mas de Deus’, diz pastor que teve visão



Conforme o pastor Paulo Canuto, os cristãos brasileiros “precisam de discernimento para entender o que está acontecendo em nossa nação”. Durante uma conversa que teve com o pastor Wagnão, publicada no YouTube em 21 de setembro, ele conta sobre uma visão que teve, em 2017. 

“O Brasil não está nas mãos de homens, está nas mãos de Deus”, disse ao dar detalhes sobre o período em que estava fazendo um jejum de 12 dias.

“Era 10 janeiro de 2017, estávamos fazendo o que chamamos de jejum 12 por 12 — cada dia representa 1 mês do ano. Era o 10º dia e estávamos orando por outubro”, especificou.

‘Vi a bandeira do Brasil dentro de uma taça de cristal’

Por volta do meio-dia, o pastor disse que ouviu Jesus dizer para ele prestar atenção no que Ele mostraria. “Ele disse que seria de grande valia para o Brasil”, lembrou.

“Eu vi uma taça gigantesca de cristal descendo do céu e os anjos pegavam a bandeira do Brasil e colocavam dentro dela, derramando azeite até transbordar”, relatou. 

O pastor disse que via as palavras “Ordem e Progresso” e as estrelas da bandeira todas deformadas e as cores desbotadas. “Mas aquele óleo foi tirando toda a sujeira da bandeira, que ficou limpinha e com as cores reluzentes”, continuou. 

‘Jesus disse que tomaria todas as capitais das mãos dos demônios’

“Jesus falou comigo que iria resgatar a bandeira do Brasil”, disse ao resumir a primeira parte da visão.

Na segunda parte, conforme o pastor, as capitais brasileiras estavam tomadas de demônios e muitos espíritos malignos: “Brasília virou um centro de guerra. Mas eu vi os anjos descendo do céu e tomando Brasília e todas as capitais de cada estado do Brasil”.

“Jesus disse que iria tomar todas as capitais das mãos dos demônios e de forças religiosas destruidoras”, frisou. 

E, na terceira parte da visão, o pastor conta que Jesus o levou a ver o centro da terra. “No subsolo da terra tinha cores misturadas de onde saíam coisas malignas, uma poeira esquisita, um cheiro maldito e um sugador veio e sugou tudo aquilo”, contou em detalhes.

‘Deus está limpando o Brasil’

“Jesus disse assim: ‘Estou limpando o solo e o subsolo do Brasil’. Então, eu vi a bandeira hasteada, balançando pelo vento do Espírito, as capitais e o solo libertado”, disse

Depois dessa terceira parte da visão, o pastor conta que Jesus disse as seguintes palavras: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. 

Ao lembrar disso o pastor faz algumas observações, como por exemplo, que em 2017 ninguém sabia quem seria o próximo presidente, nem que seu número seria 17. “Não sabíamos nem qual seria o slogan dele”, destacou. 

‘Nosso país está nas mãos de Deus’

Durante a visão, Canuto disse que estavam reunidos, em média, umas 100 pessoas, na Verdade e Vida, onde os encontros aconteciam. 

“A partir dali eu sabia que algo sobrenatural aconteceria, mas eu não sabia de nada. Por isso, hoje, eu creio que o Brasil não está nas mãos de homem, mas nas mãos de Deus”, reforçou.

Se a Igreja quiser, ela pode mudar tudo dentro do Brasil. Somos cerca de 70 milhões de evangélicos, não sei se todos são fiéis, mas sei que se 70 milhões creem em Jesus, no Evangelho e na palavra de Deus, o Brasil terá sua bandeira lá em cima”, disse ainda.

“A visão está se cumprindo, literalmente. Mas, eu não sou o único profeta. Há outros dentro e fora do Brasil dizendo que esse é o tempo da nossa nação”, apontou.

“Há pessoas querendo ver o Brasil prisioneiro”

Ao observar que há muitas pessoas “querendo ver o Brasil prisioneiro”, o pastor Wagnão disse que “são pessoas que têm o poder nas mãos e que estão endemoninhadas”. 

“O diabo está vendo que está perdendo e temos que ter discernimento do tempo que estamos vivendo para fazer o que é correto agora”, alertou Wagnão. 

“Nossa esperança não está em nenhum homem, nossa esperança está em Jesus. E foi para Ele que nós clamamos: ‘Jesus, salva o Brasil e sara essa nação’. E agora veio uma resposta, Deus proporcionou isso. Agora vem a nossa parte de fazer o que é certo”, continuou. 

“Os pastores e os homens de Deus, no Brasil, precisam conscientizar a Igreja de que o Brasil pode ser o celeiro do mundo”, completou Canuto.

“O Brasil não vai ser uma Venezuela”

Segundo o pastor Canuto, os líderes precisam tomar decisões e não podem ser “hipócritas de altar”, que só querem pregar o Evangelho do ouro e da prata e não pregam o Evangelho do “levanta e anda”. 

Se os pastores não agirem assim, “onde o Brasil vai chegar?”, ele questionou. “A política não é um ambiente de corrupção, mas tem corruptos lá dentro. A política não é podre, podre é quem está lá”, resumiu.

Chegou a hora da Igreja tomar a decisão e resolver o problema do Brasil: “Pastores, orientem seus rebanhos, orientem suas ovelhas. Orientem seu povo a votar certo”, disse ao enfatizar que um voto errado pode ser responsável por violar um projeto de Deus. 

“Cuidado, pois Deus pode agir através do seu pecado de omissão. Queremos ver o Brasil cheio do Espírito Santo. O Brasil é de Jesus, não é de um partido ou de uma sigla”, mencionou.

“Desde que me conheço como cristão, 45 anos atrás eu ouvi dizer que o Brasil seria o celeiro do mundo e chegou a hora do celeiro mostrar sua face”, continuou.

“O Brasil não vai ser uma Venezuela e não vai ser um desses países que estão falidos e derrotados, se arrastando na lama de um comunismo hipócrita, mentiroso e sujo. Um socialismo podre e negativo. Deus vai levantar a nossa Pátria, aceite você ou não, a verdade é essa — O Brasil é do Senhor Jesus”, concluiu. 



Fonte: Guiame


06/10/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO