NOTÍCIAS


Nunca digas



Existem coisas que nunca deveríamos dizer, mas dizemos. Algumas, nos arrependemos, outras não. Em geral o fazemos por descuido, ignorância ou por cinismo mesmo. Até o dia que nos damos conta e reconhecemos que dissemos coisas que nunca deveriam ter sido ditas. Essa hora, quando reconhecemos, dói.

Dói porque ninguém quer ser o sujeito que disse o que não deveria. Dói porque coisas que não deveriam ser ditas ferem, a nós e muitas vezes ao próximo, ou em alguns casos, aos próximos. E palavras, você sabe, é como pedra ou flecha, uma vez lançadas, não dá pra segurar, como pedras ou flechas, elas farão estragos.

Se pararmos pra pensar seriamente no assunto, encontraremos muitas coisas que já falamos e que nunca deveriam ter sido faladas. São temas, palavras e frases que pronunciamos em situações que não cabiam, que não era a hora certa, que só atrapalharam e pioraram as coisas. Se formos honestos conosco teremos de admitir, alguma vez, em alguma situação, fomos os infelizes autores de palavras que deveriam ter sido silenciadas antes da primeira sílaba ser expressada de forma audível.

Quer um exemplo? Vou te oferecer um que talvez você nem concorde, que talvez nem ache importante ou tão grave assim, trata-se da batida e repetida frase “ahhh, no meu tempo não era assim!…”. Quantas vezes já falamos e ouvimos tal frase? Muitas, não é mesmo? Aparentemente ela é inofensiva, porém se pararmos pra refletir veremos que não.

“No meu tempo não era assim” traz consigo algumas críticas. Destaco algumas: “No meu tempo era melhor”, “Atualmente vocês não fazem nada que preste”, “Nós éramos bons, vocês são fracos”, “Ninguém tem talento atualmente, bando de incompetentes”,… Percebe? São críticas veladas e, ao mesmo tempo, pesadas.

“No meu tempo não era assim” aponta para um tempo que passou, não existe mais. Revela uma pessoa que insiste em ficar presa ao passado e se esquece de contribuir no presente para construir a excelência que tanto reclama estar em falta. Podemos, e devemos, olhar para o passado, mas sempre com vistas ao futuro, sobre como podemos melhorar e não cometermos os mesmos erros, porém não dá pra ficar num lamento quase que diário: “no meu tempo não era assim…”

Mas é sério que este exemplo figura entre os pensamentos e as frases que nunca deveria ser dito? É. Veja o que diz Eclesiastes 7:10: “Nunca digas: Por que foram os dias passados melhores do que estes? Porque nunca com sabedoria isso perguntarias.” O autor bíblico vai além, ele acrescenta a falta de sabedoria em se fazer tal pergunta.

A ideia é simples. Qual o melhor bife acebolado? O de hoje! O que está no meu prato agora! Ficar lembrando daquele bife acebolado de um outro dia, em um outro lugar e contexto, não matará minha fome. O melhor bife acebolado é o de hoje, exatamente por isso a oração que Jesus ensinou é tão enfática, “o pão nosso de CADA DIA nos dai HOJE”.

Fomos chamados para fazer a diferença hoje. Temos uma missão no reino de Deus pra hoje. Preciso perdoar hoje. Preciso amar hoje. Preciso ser melhor hoje. Preciso doar hoje. Ontem é história, não exerço qualquer influência. Amanhã é mistério, não tenho qualquer poder sobre os eventos futuros. Hoje é agora, é aí, é onde você está, como está, com quem está. Este é o tempo que se chama hoje, é nele que estamos e devemos testemunhar. O que passar disso, nunca digas…

Edmilson Ferreira Mendes é escritor, pastor, teólogo, observador da vida.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Tá demorando a sua colheita?



Fonte: Guiame


04/05/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
É PARA ADORAR