NOTÍCIAS


Novo filme de 'Scooby-Doo' retrata Velma como lésbica



A agenda LGBTQ tem sido aplicada no entretenimento infantil colocando personagens amados das crianças em comportamentos e relacionamentos homossexuais. Agora é a vez do icônico “Scooby-Doo” ter uma de suas protagonistas gay.

No novo filme, Velma será apresentada como lésbica, após anos de especulação sobre a sexualidade da personagem, mas sem retratos definitivos dela como queer na popular franquia de desenho animado.

Velma se apaixona por outra personagem feminina, uma figurinista chamada Coco Diablo, em um especial de Halloween, “Trick or Treat Scooby-Doo”, lançado online na terça-feira (04) e estreará no Cartoon Network em 14 de outubro.

A atração entre as duas acontece em uma cena, quando os óculos de Velma embaçam e suas bochechas ficam vermelhas enquanto ela bajula Coco. Ao longo do filme, ela flerta com Coco claramente apaixonada.

Saindo do armário

Mesmo alguns produtores de certas interações do programa tenham confirmado anteriormente que sua personagem não é heterossexual, ela não havia flertado ou expressado uma atração tão forte por outras personagens femininas nas décadas de história da franquia. Mas desta vez eles fizeram Velma “sair do armário”.

O produtor Tony Cervone confirmou em 2020 que Velma era lésbica em sua representação em “Mystery Incorporated”, uma série de desenhos animados que decorreu de 2010 a 2013.

“Deixamos nossas intenções o mais claras que podíamos há dez anos”, escreveu ele em um post no Instagram na época. “A maioria dos nossos fãs entendeu. Para aqueles que não, sugiro que olhem mais de perto.”

As sensibilidades queer de Velma há muito a tornaram a favorita dos fãs LGBTQ de “Scooby-Doo”.

Personagem queer

Segundo James Gunn, que escreveu os filmes live-action “Scooby-Doo” do início dos anos 2000, Velma foi originalmente escrita como um personagem queer naqueles filmes. Mas ele disse que o estúdio Warner Bros. Pictures se recusou a manter essa característica no roteiro.

“Mas o estúdio continuou diluindo e diluindo, tornando-se ambíguo (a versão filmada), depois nada (a versão lançada) e finalmente tendo um namorado (a sequência)”, escreveu Gunn em 2020.

Velma é mais um personagem que expõe sua sexualidade homossexual. Disney e Marvel tem implantado a cultura LGBTQ em diversas de suas produções infantis, causando controvérsias em muitos casos.

O lançamento do spin-off de “Toy Story” da Pixar, “Lightyear”, que foi banido dos cinemas em países de maioria muçulmana por mostrar um beijo homossexual.

Algumas semanas atrás, os escritores do programa infantil britânico “Peppa Pig” incluíram um casal de lésbicas em um episódio.



Fonte: Guiame


07/10/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO