NOTÍCIAS


Nomeado por Tarcísio sofre críticas por ser pastor: "Motivo de honra”


A equipe de transição do governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas, anunciou na última quarta-feira (30) os nomes de secretários que irão compor o novo governo.

Entre os nomeados está o deputado federal Roberto de Lucena (Republicanos), que será secretário de Estado de Turismo. Além de uma carreira que soma três mandatos políticos, Lucena é conhecido por seu legado religioso: há 36 anos, ele é pastor da Igreja O Brasil Para Cristo, uma das mais expressivas do País.

O fato de Lucena ser pastor, no entanto, foi noticiado por algumas manchetes como se este fosse um aspecto negativo em seu currículo — embora o pastorado seja algo que o parlamentar se orgulha.

“Ainda bem que o defeito que os críticos encontraram é que sou pastor e não puderam dizer que eu seja corrupto, ladrão, desleal”, diz Roberto de Lucena com exclusividade ao Guiame. “Eu sou pastor há 36 anos e filho de pastor, com muita honra. Aliás, é a maior honra da minha vida.”  

Lucena esclarece que ser pastor “não foi a credencial ou o motivo” para que fosse nomeado para comandar o Turismo, “ao mesmo tempo em que também não me descredenciou.” 

Pelo contrário: ele destaca seu conhecimento político e técnico em relação à pasta de Turismo.

“O Brasil sabe que Tarcísio de Freitas é especialista em montar time, um autêntico líder. Ele me convocou porque fui Secretário de Estado de Turismo em 2015 e 2016, fui vice-presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados e sou membro da Frente Parlamentar do Turismo do Congresso Nacional”, esclareceu.

O parlamentar destaca seu preparo para contribuir com o governo de São Paulo, mas não abre mão dos valores que carrega como pastor. “Agora, deputado eu estou. Secretário vou estar. Pastor eu sou.”

Quem é Roberto de Lucena?

Somando três mandatos, Roberto de Lucena tem sido deputado federal há 12 anos e deputado do Parlamento do Mercosul (ParlaSul) há 5 anos. 

Lucena foi Secretário de Transparência da Câmara dos Deputados e presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara. Ele também é o atual presidente do GPONU, o Grupo Parlamentar Brasil/ONU do Congresso Nacional.

Tanto as temáticas defendidas quanto seu procedimento como parlamentar têm sido pautadas pelos valores de sua fé, segundo Lucena.


Lucena é pastor há 36 anos e deputado há 12 anos. (Foto: Roberto de Lucena/Facebook)

“Fui reconhecido como um dos parlamentares mais atuantes do Brasil e o mais atuante de São Paulo. Sou ficha limpa e uma das referências na defesa da vida e da família e no combate à corrupção. É também reconhecida minha luta por justiça social e pela liberdade religiosa”, ele ressalta.

Atualmente, Lucena é um dos líderes que faz parte da Frente Parlamentar Evangélica e foi um dos primeiros evangélicos a ser anunciado no primeiro escalão do governo de São Paulo.

Experiência no Turismo de SP

Roberto de Lucena já atuou como secretário de Turismo de São Paulo entre 2015 e 2016, durante o governo de Geraldo Alckmin.

Na época, ele também foi vice-presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados e membro da Frente Parlamentar do Turismo no Congresso Nacional. 

Em sua primeira atuação na pasta, Lucena relata que muitos foram os avanços: 

“Nessa ocasião iniciamos a implantação dos Municípios de Interesse Turístico, cuja legislação foi aprovada pela Assembleia Legislativa. Com os 70 municípios estâncias e os 140 municípios de Interesse Turístico, São Paulo passou a ter ou a reconhecer 210 municípios indutores de turismo, uma potência incomparável no país. Iniciamos também com o Alain Baldacci (​​presidente do parque aquático Wet’n Wild) a concepção dos Distritos Turísticos e iniciamos o Observatório do Turismo ligado ao estado em parceria com a UFSCar. Expandimos os programas de apoio aos circuitos, investimos na promoção e trabalhamos a interiorização do turismo. Inovamos com o gabinete itinerante, levando a Setur (Secretaria de Estado de Turismo) a todas as regiões do estado.”

A partir de 2023, Lucena espera posicionar a perspectiva do Turismo no centro da agenda econômica. 


Roberto de Lucena e o governador eleito Tarcísio de Freitas. (Foto: Roberto de Lucena/Facebook)

“Tarcísio falou muito durante a campanha de ter o Turismo como vetor de desenvolvimento econômico e assumiu compromissos claros com o setor em seu plano de governo. Não tenho dúvidas de que São Paulo vai dar um salto em relação ao Turismo e que isso vai repercutir nos números do turismo nacional. Tarcísio de Freitas é executivo, é firme na cobrança de resultados, ávido por tecnologia e um fazedor contumaz. A Setur, evidentemente, vai ter que corresponder a esse perfil”, avalia.

Lucena, que é do partido Republicanos — o mesmo que Tarcísio — também contesta a suposição de que tenha elogiado a vitória eleitoral de Lula (PT) em um post no Twitter.

Na ocasião, o post dizia: “A maioria dos nossos eleitores escolheu Lula como presidente. 

O Brasil merece. Em São Paulo, Bolsonaro teve mais votos que Lula e Tarcísio se elegeu governador dos 46 milhões de brasileiros que moram no estado. São Paulo merece.”

“Houve quem tenha tentado aplicar um novo sentido às minhas palavras. Eu mudei de partido para não mudar de lado. Apoiei o presidente Bolsonaro e o governador Tarcísio como candidatos. Fiquei feliz por São Paulo e não fiquei feliz com o resultado nacional, e tenho minhas preocupações com tudo o que tem acontecido no país. Sou democrata, republicano e conservador. E concordo com a máxima de que o povo tem o governo que merece, para o bem ou para o mal”, esclarece.



Fonte: Guiame


06/12/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO