NOTÍCIAS


Nike veta “Jesus” e nomes religiosos em camisa da seleção brasileira



A Nike vetou as palavras “Jesus”, “Cristo” e nomes de outras religiões para a customização na camisa da seleção brasileira.

A decisão foi tomada em um acordo com o Ministério Público Federal (MPF), após uma polêmica iniciar na web.

Poucos dias depois do lançamento da nova coleção de camisas da seleção, internautas reclamaram nas redes sociais que palavras ligadas a religiões de matriz africana apareciam como “indisponíveis” no serviço de customização no site da Nike.

Termos como “Exu” e “Ogum” não eram permitidos serem inscritos nas costas da camisa, enquanto “Jesus” e “Cristo” ainda estavam liberados.

Com a discussão na web, um funcionário público pediu que o MPF investigasse o caso, alegando discriminação religiosa por parte da marca.

Logo depois da polêmica ter começado, as palavras “Jesus” e “Cristo” entraram na lista de termos vetados.

Na sexta-feira (11), a Fisia, distribuidora da Nike no Brasil, se reuniu com o Ministério Público Federal, através da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão no Rio de Janeiro, e fez um acordo se comprometendo que a política da empresa não pratique discriminação religiosa.

Além de termos religiosos, a lista de palavras “indisponíveis” da Nike inclui expressões racistas, palavrões e nomes de políticos.

A camisa da seleção brasileira custa R$ 349,99 e o valor adicional da customização com nome é de R$ 14,99.



Fonte: Guiame


17/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO