NOTÍCIAS


Netanyahu prevê aumento expressivo na Aliá de judeus do Ocidente



O retorno profético dos judeus para a Terra de Israel, conhecido por Aliá, tem sido um tema muito comentado nos últimos anos. 

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse aos ministros do gabinete que Israel experimentará um aumento maciço na Aliá do Ocidente, incluindo os Estados Unidos. 

Ele fez essa previsão durante sua sessão semanal de gabinete no domingo (15), acrescentando que os eventos podem se desenrolar da mesma forma que aconteceram quando ele liberalizou o mercado de moeda estrangeira de Israel durante a década de 1990.

‘A economia de Israel está ficando mais forte’

Conforme Netanyahu, a futura entrada de Israel no “Programa de Isenção de Visto dos EUA”, combinada ao fortalecimento da economia de Israel, vai atrair mais imigrantes americanos judeus.

“A economia de Israel está ficando mais forte; vamos ultrapassar os Estados Unidos e já ultrapassamos a Europa”, disse durante comentários relatados por Israel Hayom.

“Veja o que fizemos com essas reformas”, disse ao se referir à liberalização do mercado de câmbio de Israel. “Na época, você não podia retirar dinheiro de Israel e diziam que nossas medidas abririam as comportas. Mas então aconteceu exatamente o oposto. A moeda estrangeira realmente se mudou para Israel”, lembrou.

Sobre a Aliá

Aliá é uma palavra hebraica que significa “subir”. Embora originalmente se referisse à ascensão a Jerusalém para celebrar as festas judaicas, hoje passou a significar o retorno dos judeus à Terra de Israel. A  imigração para Israel é um direito básico de todo judeu no mundo.

“Não tenha medo, pois eu estou com você, do oriente trarei seus filhos e do ocidente ajuntarei você. Direi ao norte ‘Entregue-os!’ e ao sul ‘Não os retenha’. De longe tragam os meus filhos, e dos confins da terra as minhas filhas; todo o que é chamado pelo meu nome, a quem criei para a minha glória, a quem formei e fiz”. (Isaías 43.5-7)

Em termos simples, Aliá é a reunião dos exilados dos quatro cantos da terra ou a imigração de judeus de volta à sua pátria ancestral. Aliá também “está enraizada na esperança fervorosa do povo judeu de reconstruir sua vida nacional no país do qual foi exilado há quase 2.000 anos”, conforme observa o ICEJ (Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém).

O Ministro de Assuntos Regionais de Israel, Ron Dermer, disse que Israel deveria aproveitar o momento para ingressar no Programa de Isenção de Visto dos EUA.

“Existe uma janela de oportunidade que ficará aberta por vários meses; podemos não conseguir fazer isso depois, e o embaixador dos EUA está ansioso para nos ajudar”, concluiu Dermer ao gabinete.



Fonte: Guiame


20/01/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
CONECTADOS COM DEUS