NOTÍCIAS


"Nas orações de uma mãe nascem avivamentos e pródigos são resgatados", diz pastor


"Nas orações de uma mãe nascem avivamentos e pródigos são resgatados", diz pastor

Em artigo recente ao blog “Voltemos ao Evangelho”, o pastor americano Scott Hubbard lembrou do poder da oração das mães, que têm impactado a história do cristianismo desde os primórdios.

Scott observou que os grandes homens de Deus que abalaram o mundo com o Evangelho tinham mães batalhando em oração por suas vidas, no anonimato.

“Olhe atrás de Spurgeon, e você encontrará Eliza. Olhe atrás de Hudson Taylor, e você encontrará Amelia. E olhe para cada uma dessas mães, e você encontrará uma oração fervorosa”, ressaltou o pastor.

O poder da mãe que ora

Segundo Hubbard, a Bíblia relata histórias que revelam o poder de uma mãe de oração.

“Repetidamente, a história redentora gira em torno de uma mãe imperfeita, mas fiel, tendo um filho: Sara e Isaque, Rebeca e Jacó, Raquel e José, Rute e Obede, Isabel e João, Eunice e Timóteo e, claro, Maria e Jesus”, afirmou.

Citando o exemplo de Ana, o pastor afirmou que os desafios e angústias de mães são usados por Deus para levá-las à oração que Ele deseja responder.

“Em um mundo tão quebrado quanto o nosso, a angústia cerca uma mãe, por todos os lados. Algumas, como Ana, sentem a agonia peculiar da maternidade desejada. Outras, a dor da gravidez e do próprio parto. E outras ainda, a dor de um filho que ainda não nasceu de novo”, refletiu Hubbard.

O sofrimento de Ana a levou a orar em lágrimas, suplicando por um filho. O senhor atendeu sua oração e lhe deu Samuel, que estabeleceu o Reino de Israel e inaugurou a linha profética da nação.

Orações que abalam o mundo

“Através da oração, o ventre outrora estéril de Ana deu à luz um filho para resgatar Israel”, declarou Scott.

Para o pastor, a história de Ana ensina que Deus dá muito mais do que uma mãe pede e imagina.

“Embora nem todo filho seja um Samuel, um Spurgeon, ou um Taylor, quem sabe que resgatadores de órfãos, pastores de igrejas, buscadores de justiça, ou pais de perdidos, Deus está levantando agora através de uma mãe fiel de joelhos? Com um Deus como o nosso, podemos ousar sonhar e orar”, ensinou.

Antes de Deus usar um filho, Ele estende a mão para sua mãe, concluiu o pastor Scott.

“Nas orações de uma mãe nascem avivamentos e povos são conquistados, ídolos são derrubados e demônios desfeitos, ossos secos são levantados e pródigos resgatados”, afirmou.

 



Fonte: Guiame


29/07/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO