NOTÍCIAS


Mulher deixa bruxaria e encontra propósito em Deus: “Ele me deu vida”



A bruxaria foi o caminho que Liberty Clark começou a trilhar após sucessivos revezes em sua vida, que começou na infância. “Essa raiva me fez fugir de Deus e comecei a praticar bruxaria. Isso me ajudou a conseguir o que eu queria. Eu sabia que Deus não queria que eu fizesse aquelas coisas, mas estava com tanta raiva de Deus que não queria ouvir aquela voz.”

A história de Liberty nem sempre foi longe de Deus. Ela conta que quando criança o amava. Seus avós a levavam à igreja e orava frequentemente sobre sua vida difícil, principalmente pelos conflitos familiares.

“Em casa, eu me sentia rejeitada. Eu sempre pedia a Deus para que as brigas entre minha mãe e meu pai parassem. Nunca consegui o que queria quando orava a Deus”, conta Liberty.

Quando ela tinha 12 anos, seus pais se divorciaram. Liberty se culpou pela situação e logo começou a beber e usar outras drogas. Aos 17 ela engravidou. Sem conseguir ficar longe das drogas, Liberty deixou seu filho para ser criado por sua mãe.

“Eu estava com medo. Eu estava perdida. Eu sentia Deus me rejeitando. Sentia minha família me rejeitando. Eu ficava com raiva, ficava brava, e então comecei a beber para entorpecer aquela raiva e para entorpecer a dor”, lembra.

Após o colegial, Liberty largou as drogas. Alguns anos depois, a jovem conheceu o que acreditava ser o ‘homem perfeito’. Eles foram morar juntos e, mais tarde, se casaram.

Tragédia

Em 2004, uma tragédia se abateu sobre Liberty: seu pai e o irmão mais novo morreram. Com 27 anos na época, ela voltou para o álcool com a intenção de afogar sua dor.

“Eu estava tão brava, com tanta raiva, tão furiosa e tão arrasada que questionava tudo. Se Deus ia fazer isso comigo, por que tentar amá-lo?”, questionava.

Por causa do vício, não demorou muito para que seu ‘casamento perfeito’ desmoronasse. Desesperada por estabilidade e controle, Liberty recorreu à feitiçaria.

“Senti que não importava o que eu pedisse, eu iria conseguir. Porque quando eu fazia um feitiço, eu conseguia o resultado que eu queria”, afirma.

Após 12 anos e vários pactos realizados, Liberty ficou completamente desiludida com a bruxaria e queria algo melhor para sua nova filha.

“Quando segurei minha filha pela primeira vez, a primeira coisa que pensei foi: ‘você nunca fará bruxaria’. Eu queria que ela tivesse um amor verdadeiro. Eu queria que ela se sentisse completa e inteira. Eu queria que ela tivesse uma vida real. Eu queria que ela tivesse uma vida boa. E eu sabia que a bruxaria não era boa”, explicou.

Alcoolismo

Liberty estava bebendo ainda mais, o que fez seu irmão, John, agora cristão, implorar para que ela se voltasse para Deus em busca de ajuda.

“Não preciso orar, vou beber. Não preciso falar com Deus, vou terminar minha garrafa”, respondia Liberty.

Agora com 41 anos, ela tinha três filhos de homens diferentes, vários casamentos fracassados ​​e precisava ficar bêbada para funcionar.

Em setembro de 2017, quando acordou espancada e machucada, a raiva tomou conta de Liberty, que disse estar pronta para matar o homem que ela pensava ser o responsável por aquela violência.

 “Eu tinha um telefone celular em uma mão e uma faca na outra, e ouvi claramente: ‘Ligue para seu irmão’. Liguei para meu irmão e pedi que ele viesse me buscar. E ele chegou lá em minutos”, lembra.

John ajudou Liberty na desintoxicação e depois a levou para a reabilitação na Celebrate Recovery. Lá, ela aprendeu o que Deus realmente sentia por ela.

“Eu sabia que Ele me amava. Não importa o que eu fizesse, eu sabia que Ele me amava”, diz.

Resposta de oração

Ao longo dos meses, o coração de Liberty se suavizou para com Deus. Ela se lembra de acordar uma manhã sentindo-se perdida quando decidiu orar.

“Eu disse a Deus que sentia muito. Disse a Deus que sabia que o que estava fazendo era errado. Que eu precisava tê-lo de volta em minha vida para que eu pudesse ter minha vida de volta. E eu fiz a oração do pecador, e entreguei tudo a Deus. Toda a minha tristeza, toda a minha dor, toda a minha decepção. E eu sabia que Deus ia me devolver a vida. Senti Deus entrar em meu coração. Senti alegria pela primeira vez quando fiz isso”, conta.

Em seguinda, Liberty começou a frequentar uma igreja local e a ler sua Bíblia. Toda vez que ela sentia vontade de beber ou usar drogas, ela mergulhava em sua Bíblia.

“Apenas estar na Palavra era meu novo vício”, conta.

Hoje Liberty é casada e tem uma família de seis filhos. Ela diz que usa seu passado para apontar as pessoas para o amor incondicional de Jesus.

“Estou tão apaixonada por Deus. Estou tão cheia de alegria com Ele. Ele me deu uma vida agora que eu nunca pensei que teria”, testemunha.



Fonte: Guiame


16/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO