NOTÍCIAS


Miss é curada de distúrbio alimentar ao se voltar para Jesus: “Me chamou para a liberdade”


Por estar acima do peso e ter dificuldade de fala, a americana Katlyn Bryan se tornou alvo de bullying na escola, quando criança.

Na adolescência, o trauma levou Katy a fazer dietas para emagrecer. “Me lembro de registrar todos os dias exatamente o que comia: 300 calorias. E malhava 45 minutos. Eu tinha 38 quilos”, contou ela, em entrevista ao The 700 Club Interactive.

A meta de perder peso logo se tornou em um distúrbio alimentar que passou a controlar a vida da adolescente cristã.

“Nós fizemos um jejum na igreja, usei isso como uma desculpa para a minha jornada contínua de reduzir a comida. O que começou como algo positivo, em comer mais saudável, lentamente se tornou nesses hábitos negativos”, lembrou Katlyn.

“Comecei a dizer: não posso controlar muitas outras coisas, mas isso é uma coisa que eu posso controlar”.

A jovem superou seu problema de fala, perdeu dez quilos e se tornou uma líder de torcida no Ensino Médio.

Concurso de beleza


Aos 15 anos, Katlyn ganhou seu primeiro concurso de beleza. (Foto: YouTube/The 700 Club Interactive).

Aos 15 anos, ela ganhou seu primeiro concurso de beleza. A conquista encorajou a miss a continuar perdendo peso, em uma obsessão doentia.

O distúrbio alimentar tomou conta da vida de Katlyn, levando a se isolar de seus amigos e até de Deus.

“Eu estava com tanto medo de que alguém interrompesse minha dieta, meu plano, e então, eu realmente me afastei de todos para que eu pudesse me concentrar na minha contagem de calorias e no meu exercício. Então, me afastar Deus parecia natural”, revelou ela.

Preocupada com a obsessão da filha em cortar cada vez mais as calorias que consumia, a mãe de Katlyn a levou ao médico.

“Se você não engordar, você vai morrer”

“Ele me olhou e me disse: ‘Se você não engordar, você vai morrer’. Ele também disse que nunca seria capaz de ter filhos se eu continuasse [com as dietas]”,contou a ex-miss.

Apesar dos alertas, a adolescente achou que as pessoas queriam seu mal. “Eles só querem que eu seja gorda, que eu fique fora de controle”, pensava.

O peso e as refeições de Katlyn passaram a ser monitoradas e ela concordou em se esforçar para ficar livre do distúrbio.

Em um culto, enquanto desabafava para Deus em seu diário, sobre como todos a obrigavam a se alimentar, a jovem foi cheia da presença do Senhor pela primeira vez em sua vida.


Katlyn Bryan se casou e teve um filho, apesar da possibilidade de infertilidade. (Foto: YouTube/The 700 Club Interactive).

Durante o processo de cura, Katlyn se voltou para Deus e confiou em seu amor para ajudá-la a ficar saudável.

Um convite para a liberdade

“Em Gálatas 5:1 fala que é para a liberdade que Cristo nos libertou e eu sabia que o distúrbio alimentar era a corrente que estava me segurando. Mas Cristo me chamou para andar em liberdade. Me apegar a essa promessa foi um grande fator para a cura”, declarou ela.

A ex-miss cresceu em seu relacionamento com Deus e recebeu a libertação completa do transtorno. “Aprendi a segurar a mão de Deus ao invés de vê-lo à distância”, testemunhou.

Katlyn Bryan se formou em Estudos Bíblicos na faculdade, se casou e teve um bebê, apesar da possibilidade de infertilidade devido ao seu passado de redução alimentar.

“Nosso filho é uma imagem do amor de Deus por mim e de que Ele tem a última palavra em suas promessas”, afirmou a cristã.

 



Fonte: Guiame


25/07/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO