NOTÍCIAS


‘Meu valor está na beleza que recebo de Deus’, diz jovem que superou anorexia


Randi Wilson sempre foi uma garota magra, mas aos 20 anos decidiu que precisava emagrecer mais. Ela conta que vivia uma onda de ansiedade sempre que subia na balança. 

Tudo começou em 2012, quando Randi estava de luto pela perda de sua avó. A vida era corrida e ela estava no penúltimo ano da faculdade, época em que morava sozinha no campus. 

Sua obsessão pela magreza a fazia praticar exercícios e fazer dietas. “Era como uma droga. Eu comecei a acompanhar todas as calorias que estava ingerindo e o quanto perdia na academia. Inicialmente, acho que não sabia que havia perdido o controle”, ela conta.

Em busca do corpo perfeito

Randy começou a namorar um jovem que preferia mulheres magras. Ela lembra do dia em que, durante um encontro, ele insinuou que ela estava gorda. “Fiquei completamente envergonhada e magoada”, disse ao revelar que intensificou ainda mais sua rotina em busca do “corpo perfeito”. 

Dentro de um mês, o excesso de exercícios e dietas tomaram conta de sua vida. Ela terminou com o namorado, concluiu o semestre na faculdade e voltou para casa.

O número de suas roupas era 5 vezes menor que antes, mas ela preferia as roupas mais largas para esconder seu corpo. Um dia, sua mãe, Penny, viu que a filha não estava bem.

Penny viu Randy saindo do chuveiro e disse que observou cada costela. “Eu fiquei em choque e lembro de dizer que ela estava horrível”, disse a mãe que a levou no médico logo em seguida.

‘Medo de engordar’

Randi foi diagnosticada com anorexia nervosa, pesando apenas 33 quilos. O médico prescreveu um antipsicótico. Na véspera de Natal, sua frequência cardíaca caiu tanto que ela precisou ser hospitalizada. Os médicos disseram à mãe que ela poderia morrer.

“Foi puro pânico. Eu sabia que as coisas poderiam estar perto do fim se algo não acontecesse rápido”, reconheceu a mãe. 

“Foi a primeira vez que eu realmente fiquei assustada”, disse Randi que se conscientizou da necessidade de ganhar peso por questões de saúde, mas admitiu ter sentido muito medo de engordar. 

Oração de mãe

“Orei constantemente e sei que Deus ouviu minhas orações. Eu acredito na cura e nos milagres de Deus”, disse a mãe que estava angustiada com a situação da filha.

Depois de receber alta do hospital, Randi abandonou a faculdade. Nos seis anos seguintes, ela lutou contra a anorexia, o excesso de exercícios e a depressão. 

Durante esse tempo, ela também começou a frequentar a igreja, orar e ler sua Bíblia. Um dia, enquanto estava em uma clínica de tratamento, Randi diz que teve uma revelação de Deus.


Randi Wilson e seu marido Ben. (Foto: Captura de tela/YouTube The 700 Club)

Sobre a revelação

De acordo com Randi, Deus disse algo semelhante às seguintes palavras: “Eu não estou esperando que você seja perfeita. Ajoelhe-se toda vez que sentir que está caindo de novo e me peça ajuda”. 

“Isso foi como se um peso tivesse saído de cima de mim. Eu poderia finalmente pedir a Deus para me ajudar a deixar aquela obsessão que estava me controlando”, disse. 

“Para tudo o que eu quisesse, ter uma vida, me casar e ter filhos ou viajar e ver o mundo… Para tudo o que eu pensasse em fazer, eu deveria pedir a ajuda de Deus”, lembrou. 

Randi estava restaurando sua saúde, ganhou 15 quilos, estava exercitando menos o corpo e mais o espírito, em busca de sua fé e comunhão com Deus. “Levou tempo, mas quanto mais eu pedia a Ele para me dar paz, mais Ele dava”, mencionou.

Novidade de vida

Em 2018, Randi se casou com Ben e os dois esperavam começar uma família. No entanto, os médicos acreditavam que ela seria incapaz de engravidar por conta dos danos que seu corpo sofreu com a anorexia. 

Por mais de três anos, o casal tentou ter um filho, até que finalmente Randi engravidou em 2021, e nasceu Noah. “Eu estava tão inundada de emoções e foi a melhor sensação que já tive em toda a minha vida”, disse a jovem mãe. 

Ben, seu marido, disse que, ao ver a filha, achou incrível o que Deus fez dentro das impossibilidades humanas.


Randi Wilson alimentando a filha Noah. (Foto: Captura de tela/YouTube The 700 Club)

Atualmente, Randi está muito feliz e grávida de seu segundo bebê. Ela usa seu tempo livre para se dedicar à ONG que criou — Ministério Evangelístico Vocal Survivors — que ajuda pessoas que lutam com problemas de saúde mental, incluindo distúrbios alimentares.

“Hoje, meu valor está na beleza que vem de Deus e eu sou tão grata pela forma como ele me criou”, enfatizou ao encorajar as pessoas que estão passando pelo mesmo problema que ela passou a nunca desistirem. 

“Continue orando, pois Deus ainda faz milagres. A oração é sua maior arma, porque quando você abre seu coração para a oração é quando Deus pode entrar e lhe dar a força que você precisa para superar”, concluiu. 


Família de Randi Wilson. (Foto: Captura de tela/YouTube The 700 Club)



Fonte: Guiame


02/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO