NOTÍCIAS


Menina cristã compartilha o Evangelho em aula do Alcorão e impacta professora



Uma menina cristã no Irã tomou uma atitude corajosa ao compartilhar o Evangelho durante uma aula do Alcorão em sua escola.

De acordo com a Vozes dos Mártires, organização que monitora a perseguição no mundo, a menina, filha de um trabalhador assírio, estuda em uma escola pública iraniana, onde o estudo do islã é obrigatório para alunos muçulmanos.

A criança assíria costuma ser dispensada das aulas do Alcorão, porém, certo dia, um professor novo esqueceu de liberá-la e ela assistiu à ministração.

Durante a aula, a professora islâmica fez perguntas à menina sobre o Alcorão. Os colegas, tentando ajudá-la, explicaram que ela era cristã e que deveria ser dispensada de responder.

Mas, surpreendentemente, a professora pediu que a estudante compartilhasse sobre sua fé com a turma.

Cheia de coragem, a menina falou sobre o Evangelho de Jesus e até leu uma passagem da Bíblia, à pedido da própria professora.

Logo após, a mestre muçulmana também pediu um exemplar da Palavra de Deus emprestado para a aluna, para que pudesse ler e aprender mais sobre o cristianismo.

Regime islâmico opressor

No Irã, um dos países que mais reprimem o cristianismo, é proibido possuir, importar ou distribuir Bíblias e também falar sobre Jesus, sob pena de punição legal.

O governo entende que a conversão de muçulmanos ao cristianismo é uma ameaça ao domínio islâmico no país, por isso, é considerado ilegal deixar o islamismo.

O Irã ocupa a 9° posição na Lista Mundial da Perseguição 2022 de países mais perigosos para ser um cristão da Missão Portas Abertas. 

Apesar da perseguição islâmica severa, é um dos países do mundo onde o cristianismo mais cresce, a uma taxa de quase 20% ao ano, conforme a Operation World.



Fonte: Guiame


20/07/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO