NOTÍCIAS


Mais de 30 cristãos são sequestrados durante ataque extremista na Nigéria


Mais de 30 cristãos são sequestrados durante ataque extremista na Nigéria

Na segunda-feira (25), 36 cristãos foram sequestrados durante um ataque extremista a uma vila no estado de Kaduna, de maioria cristã, na Nigéria

De acordo com o International Christian Concern (ICC), se estima que radicais islâmicos raptaram os crentes de porta em porta na aldeia.

“Os terroristas muçulmanos atacaram a comunidade por volta das 21h, atirando nas pessoas, invadiram suas casas e levaram as vítimas à força para um lugar desconhecido”, contou um morador local, ao Morning Star News.

No mesmo dia, no estado de Sokoto, no noroeste da Nigéria, um cristão também foi sequestrado em sua casa.

Tony Udemezue, um membro de uma paróquia católica, chegou a ligar para a polícia, pedindo socorro, mas não foi atendido.

Sem socorro da polícia

“Não houve resposta da polícia ao telefonema angustiado de Udemezue por volta das 2h da manhã. Isso apesar de vários telefonemas que ele fez para a polícia antes de ser levado. Por favor, vamos manter ele e sua família em orações”, afirmou o reverendo Chris Omotosho, diretor de comunicação da Diocese Católica de Sokoto, em um comunicado à imprensa.

Os dois casos de perseguição violenta contra seguidores de Jesus acontecem três semanas depois de extremistas islâmicos terem matado dois filhos e sequestrado a filha de um pastor, durante um ataque à família, no estado de Adamawa.

Em junho, membros de uma igreja batista foram sequestrados durante um ataque a um culto de domingo, em Kajuru, no estado de Kaduna.

Número de sequestros aumenta a cada dia

Diariamente, várias pessoas são sequestradas no país africano. Grupos extremistas islâmicos como Boko Haram, pastores de cabra fulanis e outros grupos armados que operam no Norte e Centro da Nigéria fazem do sequestro uma forma de negociação.

Os cristãos são alvos frequentes por causa da fé em Jesus. Só em 2021, mais de 2.500 cristãos foram sequestrados por motivos relacionados à fé.

Esse número cresceu bastante em relação ao ano anterior, que contabilizou 990 sequestros, conforme dados da Lista Mundial de Perseguição.

Na tentativa de diminuir os sequestros, o Senado da Nigéria criou uma lei, no mês passado, que pode punir aqueles que pagam resgates para libertar reféns. 

A resolução define 15 anos de prisão para quem paga resgaste e pena de morte para sequestradores quando, no caso de crianças, a vítima morre.






Fonte: Guiame


28/07/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO