NOTÍCIAS


“Jesus está se movendo”: mais de 450 presos são batizados nos EUA


Mais de 450 presos aceitaram Jesus e foram batizados apenas neste ano, nos Estados Unidos. 

A salvação em massa é fruto do trabalho do “God Behind Bars”, um ministério que leva o Evangelho a presídios do país.

Em comparação com o ano passado, quando 90 detentos se batizaram, a missão testemunhou um grande aumento na colheita de almas.

“O evangelho está se espalhando como nunca vimos nas prisões. Jesus está se movendo no poder!”, afirmou a God Behind em postagem no Facebook.

Desde 2009, o ministério tem levado a esperança de Cristo, os apoiando enquanto cumprem suas penas e após a libertação.

“Criamos campi satélites nas prisões e toda a nossa missão é apresentar Jesus aos presos. Há 3,1 milhões de presos em todo o país e esse é um grupo enorme de pessoas. Acreditamos que podemos alcançar quase todos eles”, disse Isaac Holt, diretor de inovação da God Behind Bars, à CBN News. 


O ministério “God Behind Bars” tem levado o Evangelho às prisões nos EUA. (Foto: Facebook/God Behind Bars).

Em parceria com igrejas locais, o ministério está transformando a vida de muitos encarcerados através do Evangelho. A Faith Promise, no Tennessee, é uma dessas igrejas.

Todas as semanas, uma equipe da congregação ministra a 500 presos, em três presídios da região. 

“Nós fornecemos a eles a oportunidade de que, quando saírem, já tenham uma igreja doméstica”, explicou Lisa Cole, pastora da igreja.

Os presos convertidos também ajudam a evangelizar os colegas de cela. “Eles fazem pequenos grupos, têm grupos de oração todas as noites em suas unidades. Nós os desafiamos a ganhar seu mundo compartilhando o Evangelho”, contou a pastora.

Lisa contou o testemunho de Michele, uma mulher que foi viciada em metanfetamina durante 30 anos e encontrou Jesus na prisão.

“Ela realmente entregou sua vida a Cristo e começou a ler 10 devocionais diferentes por dia. [Ela] estava indo ao culto e realmente orando pelas mulheres. É uma das maiores e mais brilhantes luzes que já vi para Jesus”.

Recentemente, Michele foi libertada e vive uma nova vida em Cristo. Ela conseguiu um emprego e se reconectou com sua filha de 17 anos, que não via desde seus 3 anos.

“Acho que se a graça de Deus não pode se estender a um prisioneiro, então não pode se estender a mim. Como cristãos, devemos acreditar que a graça de Deus pode mudar o pior dos piores”, ressaltou a pastora Lisa.

E concluiu: “Estamos todos redimidos. Deus faz milagres tão incríveis”.

 



Fonte: Guiame


12/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO