NOTÍCIAS


Inundações matam mais de 1.000 no Paquistão e missionários se unem para ajudar


Uma temporada de fortes chuvas e inundações no Paquistão deixaram pelo menos 1.033 mortos, incluindo 348 crianças, desde meados de junho. Entre os feridos, o número é de cerca de 1.527, informou a CNN.

Só nas últimas 24 horas, pelo menos 119 pessoas morreram e 71 ficaram feridas, de acordo com a Autoridade Nacional de Gestão de Desastres do Paquistão (NDMA).

Na quinta-feira (25), a ministra de Mudanças Climáticas do país, Sherry Rehman, disse que pelo menos 33 milhões de pessoas foram afetadas pelas inundações, que ela considera “o pior desastre humanitário desta década”.

Greg Kelley, da organização cristã Missão Mundial, relatou que estradas e campos agrícolas — que são a fonte de subsistência de grande parte dos paquistaneses — “foram literalmente lavados”. Além disso, as pessoas precisam urgentemente de suprimentos médicos e abrigo.

Com um impacto maior no sul do país, o governo paquistanês mobilizou seu Exército para ajudar nas operações de socorro e resgate em áreas atingidas pelas enchentes, disse o Ministério do Interior do Paquistão.

A província de Sindh, no sul, que foi gravemente atingida pelas inundações, pediu 1 milhão de barracas, enquanto a província vizinha do Baluchistão — em grande parte sem eletricidade, gás e internet — solicitou 100.000 barracas, disse Rehman.

Impacto das enchentes

O ministro do Planejamento e Desenvolvimento, Ahsan Iqbal, disse à Reuters que 30 milhões de pessoas foram afetadas, um número que representaria cerca de 15% da população do país do sul da Ásia.

A agência da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) disse em uma atualização na quinta-feira que as chuvas de monção afetaram cerca de 3 milhões de pessoas no Paquistão, das quais 184.000 foram deslocadas para campos de ajuda humanitária em todo o país.


(Foto: Captura de Tela/CNN International)

Os parceiros da Missão Mundial estão trabalhando para fornecer apoio. “Muitos muçulmanos não dariam nenhuma hora do dia ao cristianismo. Agora, por causa dos horrores que estão experimentando, os cristãos têm uma grande oportunidade [de alcançá-los]. Então é isso que nossos parceiros estão fazendo em campo”, disse Kelley à Mission Network News.

“Eles estão amando essas pessoas em nome de Jesus. Eles estão distribuindo nossas Bíblias em áudio movida a energia solar em seu idioma nativo”, continuou.

Segundo um relatório do NDMA, nas últimas 24 horas, 150 quilômetros de estradas foram danificadas em todo o país e mais de 82.000 casas foram parcial ou totalmente danificadas.

Desde o início de junho, quando começaram as chuvas, mais de 3.000 quilômetros de estrada, 130 pontes e 495.000 casas foram danificadas, informou o NMDA.

Em meio a tantas perdas, Kelley diz que esta é uma oportunidade de mostrar algo diferente aos paquistaneses. “Algumas das coisas que são ditas a eles sobre os cristãos caem por terra quando alguém vai a eles e diz ‘vamos cuidar da sua família, aqui está um cobertor, aqui está uma lona, ​​aqui está uma barraca’”, afirma.



Fonte: Guiame


29/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO