NOTÍCIAS


Homossexuais aceitam Jesus em velório de amigo gay que se converteu antes de morrer


Antes mesmo da sigla LGBTQIA+ se popularizar, o evangelista John Ramirez já conhecia essa comunidade.

Seu irmão era um deles, um feiticeiro que se vestia de mulher, cantava em clubes gays e usava cocaína com os amigos homossexuais.

“Ninguém que fosse normal ia às suas festas de ‘coca’ que duravam três dias”, contou John ao Charisma News.

O evangelista sabia que essas pessoas nunca entrariam em uma igreja para ouvir as Boas Novas de Cristo.

O irmão de Ramirez vivia como travesti e bissexual e casou com uma mulher hétero. Após anos usando cocaína, ele sofreu um ataque cardíaco.

John foi ordenado por Deus a ir visitá-lo no hospital para compartilhar o Evangelho, mas o evangelista não queria obedecer ao Senhor.

“Eu disse a Deus: ‘De jeito nenhum. Vai ter todos aqueles loucos no hospital”, lembrou Ramirez, se referindo aos amigos gays do irmão.

Mas, o cristão deixou de lado sua vontade e obedeceu a voz de Deus. John foi ao hospital no dia em que o irmão passaria por uma cirurgia e o encontrou em seu leito, junto da esposa.

Recebendo Cristo no leito do hospital


O testemunho de conversão do ex-gay levou seus amigos a Cristo. (Foto: Imagem ilustrativa/Unsplash/Ismael Paramo). 

No início, o irmão não queria ver John e o mandou sair do quarto. Porém, cheio do Espírito Santo, o evangelista permaneceu e pregou o amor de Deus a eles

Então, a presença de Deus encheu o quarto, o irmão e a cunhada foram tocados e se arrependeram, em prantos.

Eles entregaram suas vidas a Jesus. Depois disso, meu irmão foi à igreja, se batizou, renunciou ao homossexualismo e parou de festejar e usar cocaína. Ele nunca mais se vestiu de mulher”, testemunhou Ramirez.

Uma semana antes de seu aniversário de 45 anos, o irmão de John começou a planejar uma festa para compartilhar Jesus com seus amigos homossexuais de estilos de vida alternativos, que ainda não sabiam de sua conversão.

Entretanto, certa noite naquela mesma semana, o irmão de John foi dormir e nunca mais acordou. “Ele foi para casa com Jesus”, declarou Ramirez.

Uma festa para pregar o Evangelho

A festa do ex-gay acabou sendo seu funeral. Cumprindo o desejo do irmão, John pregou o Evangelho aos seus amigos travestis, homossexuais e traficantes no velório.

“As primeiras três filas eram todas desajustadas. Você não sabia quem eram os homens ou as mulheres. Todos eles se sentaram lá e eu preguei João 3:16”, contou o evangelista.

Dezoito pessoas entregaram suas vidas a Jesus naquele dia. John credita ao irmão a vitória de ter levado seus amigos perdidos à salvação.

“O Céu se alegrou porque essas pessoas nunca ouviram o Evangelho em uma igreja, mas o ouviram em um funeral com um homem morto atrás de mim. Havia vida porque Jesus estava na casa. Preguei com amor e eles levantaram as mãos”, testemunhou o evangelista.

Ramirez afirmou que muitas vezes, os cristãos veem apenas os pecados das pessoas, sem conhecer suas histórias. 

“Não vemos o que os levou até lá, mas Jesus os vê. Ninguém nasce homossexual. Nem um traficante de drogas nem uma prostituta nasce assim. Jesus os manda para o inferno? Não, suas decisões sim”, ressaltou John.



Fonte: Guiame


16/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO