NOTÍCIAS


Homem que corria risco de sangrar até a morte sobreviveu pelo poder das orações



Mike Scott é um renomado tocador de banjo e artista de música country. Ele e a esposa, Brenda Scott, vivem numa fazenda histórica nos arredores de Nashville, no  Tennessee, EUA. 

Há alguns anos, Mike teve um problema de saúde que quase o levou à morte. “Eu estava cortando a grama, quando esbarrei em alguns arbustos e tive alguns arranhões”, ele contou. 

“Percebi algumas manchas na pele, eram pequenas e estavam por toda parte, até o pescoço”, lembrou. “Ele não estava muito preocupado com isso, mas começou a piorar a cada minuto”, disse Brenda. 

“Foi assustador”

Brenda conta que a língua do marido estava com vários pontos escuros também: “Quando olhei de perto sua língua, isso foi assustador”.

Sem saber o que estava acontecendo, Brenda levou Mike às pressas para o pronto-socorro. Os médicos logo detectaram que a contagem de plaquetas de Mike estava muito abaixo do valor mínimo normal. 

São considerados níveis normais quando a contagem de plaquetas se encontra dentro do intervalo de 150 mil a 400 mil por microlitro de sangue. Existe um risco de hemorragia quando a contagem de plaquetas está abaixo dessa média, e a de Mike estava 175. 

“O médico nos disse que ele tinha sorte de estar vivo, já que corria o risco de sangrar internamente até a morte”, destacou Brenda.

Poder da oração

No hospital, Mike recebeu uma transfusão de sangue que o manteve vivo e depois passou por testes para saber o que causou sua condição inconclusiva. 

Quando foi transferido de ambulância para um hospital especializado, Brenda procurou amigos e familiares para orar. Ela conta que as primeiras pessoas de sua lista foram aquelas que levavam a sério a oração.

Pouco tempo depois, a contagem de plaquetas começou a subir até chegar ao nível normal. Os médicos não chegaram à conclusão sobre o que causou aquele incidente.

“Nos mantemos em oração o tempo todo e só pensando no que poderia ter causado aquilo”, disse Mike ao citar os amigos da igreja, a esposa e toda a família. “Nós não queríamos viver com medo de que aquilo pudesse acontecer de novo, por isso estávamos tão preocupados”, explicou Brenda. 

“Salva-me de novo”

Em janeiro do ano seguinte, aconteceu de Mike se ferir gravemente, na mão esquerda, enquanto consertava a mola da porta de um grande trailer. Ele levou cinquenta pontos e estava sentindo muita dor.

Ele tomou um anti-inflamatório que foi receitado para tirar o inchaço. Quase que imediatamente ele viu as mesmas manchas se espalhando pelo corpo, como havia acontecido há apenas 5 meses.

Brenda se lembra que foi tomada de novo pelo medo: “Era um medo tão grande e ele me dominou antes da fé. Foi quando me inclinei diante de Deus e disse: O Senhor salvou a vida dele uma vez, por favor, faça isso outra vez”.

Ela seguiu o mesmo roteiro — ligou para amigos e familiares pedindo oração. Mike foi, novamente, levado às pressas para o hospital. Mike disse na ocasião: “Aqui estamos nós de novo. Deus, o Senhor me salvou uma vez, salva-me de novo”. 

“Nós podemos contar com Ele”

E, mais uma vez, a situação se repetiu, as orações foram ouvidas e Mike escapou da morte. Novos exames de sangue foram feitos e os médicos descobriram que era uma reação alérgica ao iodo que havia em sua medicação anti-inflamatória. Os profissionais aconselharam Mike a nunca mais tomar aquele remédio. 

Mike foi um dos 2 pacientes no país que sobreviveram a uma contagem tão baixa de plaquetas. Já se passaram cinco anos desde seu “quase encontro com a morte” e ele continua bem de saúde. 

Mike e Brenda continuam maravilhados com o poder da oração e a presença de Deus em seus momentos de necessidade. “A vida é frágil, mas o poder da oração me deu nova perspectiva”, revelou Mike.

“Sempre que estamos numa situação difícil, sabemos que Deus está presente e vai nos ajudar. Nós podemos contar com ele”, disse Brenda.

“Sei que quando eu clamar pelo nome de Jesus, Ele fará o que disse que faria. Ele não vai somente nos libertar, mas vai nos ajudar em tudo. Ele não só me ajudou uma vez, mas duas vezes. Sou  tão grato por isso, porque eu não morri, eu ainda estou aqui”, disse após mencionar Isaías 43.2.



Fonte: Guiame


08/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO