NOTÍCIAS


Extremistas islâmicos matam 17 cristãos em ataque na Nigéria



Extremistas islâmicos mataram 17 cristãos durante um ataque recente, em mais um caso de perseguição no estado de Kaduna, na Nigéria.

De acordo com o International Christian Concern (ICC), organização que apoia cristãos perseguidos, um grupo de militantes chegou à noite na aldeia Ungwan Wakili e atacou com armas sofisticadas.

Um funcionário local do ICC viu as fotos das 14 vítimas no chão da aldeia, que foram baleadas e morreram na hora.

Segundo um líder local, mais três cristãos não resistiram aos ferimentos e morreram mais tarde no hospital.

Funcionários do governo local afirmaram que irão investigar o caso e acusaram os militares, que possuem um posto de controle próximo a Ungwan Wakili, de permitirem o ataque.

Nos últimos meses, o estado de Kaduna, de maioria cristã, tem sido alvo constante de extremistas muçulmanos.

Perseguição aumenta na Nigéria

Em 2022, o número de cristãos mortos por sua fé na Nigéria cresceu. Segundo a Lista Mundial de Perseguição da Portas Abertas, publicada nesta quarta-feira (18), foram:

– 5.014 cristão mortos;

– 4.726 cristãos sequestrados, agredidos, assediados sexualmente, casados ​​à força, abusados ​​física ou mentalmente.

O número de casas e empresas atacadas por motivos religiosos também aumentou. Em 2021, a Nigéria teve o segundo maior número de ataques a igrejas e pessoas deslocadas internamente.

Esse ano, na lista de observação mundial dos países onde é mais difícil ser cristão, a Nigéria saltou para o 6° lugar. É a classificação mais alta de todos os tempos, já que no ano anterior o país esteve na  7º posição.

“Militantes do Fulani, Boko Haram, Província do Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP) e outros conduzem ataques a comunidades cristãs, matando, mutilando, estuprando e sequestrando para resgate ou escravidão sexual. Este ano também vimos essa violência se espalhar para a maioria dos crentes ao sul da nação. O governo da Nigéria continua negando que isso seja perseguição religiosa, então as violações dos direitos dos cristãos são realizadas com impunidade “, observou a Lista Mundial da Perseguição.



Fonte: Guiame


16/03/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
CONECTADOS COM DEUS