NOTÍCIAS


Ex-membro de gangue se torna pregador: ‘Decidi seguir a Jesus’


A infância de Derek LaFleur foi em um lar cristão, onde aprendeu com seus pais a importância de manter a fé. Para ele, as lembranças daquela época são felizes por causa de sua relação próxima com a família.

Mas quando Derek estava na quinta série as coisas mudaram devido o divórcio de seus pais, levando-o a sentir raiva.

Naquela época, a gangue Bloods estava infiltrada em todas as regiões de Beaumont, no Texas, cidade natal de Derek. E, aos nove anos, ele decidiu entrar no grupo para se “sentir bem-vindo em outro lugar”.

O clima hostil de uma gangue contaminou Derek, que passou a se envolver em brigas, roubos, violência armada, drogas e álcool por cinco anos.

Ele cona que teve vários desentendimentos com a polícia, mas nunca foi preso porque não foi pego. Até que aos quatorze anos foi acusado injustamente, ao separar uma briga entre suas colegas de classe.

Durante a briga, ele puxou a camisa da colega que estava envolvida e seus seios ficaram expostos. Como resultado, ele e os outros três meninos envolvidos foram colocados em um centro de detenção.

Deus resgata

“Enquanto eu estava na cela, vi que havia uma Bíblia ali. Pela primeira vez, toquei nela. Eu não li. Mas me deitei na cama dura e muito desconfortável, coloquei a Bíblia no peito e comecei a clamar a Deus em oração pela primeira vez em toda a minha vida. Perguntei a Deus: ‘Se você é real, por favor, me tire dessa’”, relembra.

Deus respondeu à oração de Derek e, além dele sair da prisão, teve seus antecedentes criminais retirados. Mas ele conta que levou mais cinco anos para finalmente decidir entregar sua vida a Jesus.

Ele conta que aos 19 anos, Derek decidiu frequentar a igreja usando uma bandana vermelha, em alusão a sua afiliação aos Bloods.

“O dia em que aceitei a Cristo, foi um dia que nunca esquecerei. Eu tinha 19 anos e entrei na igreja totalmente vestido de vermelho com minha bandana vermelha porque eu era um Bloods. E no final do culto da igreja, o pastor fez uma chamada do altar”, disse Derek.

Derek LaFleur ministrando na igreja. (Foto: Arquivo pessoal Derek LaFleurt)

“O pastor olhou para mim e disse: ‘Há mais uma pessoa que precisa vir e entregar sua vida a Cristo de verdade.’ E então me levantei, e toda a igreja explodiu em aplausos porque todos sabiam que tipo de pessoa eu era. E daquele dia em diante, nunca mais olhei para trás. Decidi seguir a Jesus e fui batizado pouco depois daquele dia”.

Liberto da gangue

Alguns anos após seu batismo, Derek conta que passou muitas longas noites trancado em seu quarto orando para ficar livre da gangue Bloods.

“Os rumores sobre gangues são verdadeiros. Uma vez que você está dentro, você está dentro, não há saída. Mas eu orei para sair”, disse ele. “Eu estava tipo, ‘Deus me tire disso’, porque sempre que eu parava de atender as ligações e estava indo para a igreja, os membros da gangue paravam na minha casa e perguntavam por mim.”

Mesmo após conseguir sair da gangue, Derek ainda precisava de orientação enquanto se esforçava para levar um estilo de vida cristão.

Para isso ele contou com a ajuda de cristãos que conheceu ao longo do caminho, tanto dentro como fora da igreja, que o discipularam e o guiaram para mais perto de Cristo.

Um sonho de Deus

Derek diz que nunca esquecerá uma noite em que se deitou e Deus lhe deu um sonho.

Ele sonhou que estava em um carro com dois de seus melhores amigos, que ainda eram membros ativos dos Bloods na época. Os três pararam em um semáforo, e viram alguns homens cercando seu carro.

As coisas pioraram no sonho quando ele viu sua gangue rival cercar o carro. Um dos membros do Crips colocou uma arma na janela aberta e atirou em ambos os amigos de Derek e os matou. Derek disse que conseguiu sair do carro e fugiu. Ele diz que acordou do sonho suando e ofegante de medo:

“Depois que acordei, meu telefone tocou. Era um dos meus melhores amigos que estava no carro em meu sonho. Ele me perguntou se poderíamos almoçar juntos, e de repente me senti nervoso por causa do que tinha acontecido”.

Mesmo com medo, ele foi almoçar com o amigo. Enquanto comíamos, meu amigo recebeu um telefonema para que fosse até a casa de uma amiga urgente.

Sem saber o que estava acontecendo, eles foram juntos. Ao entrar na casa, a mulher cristã imediatamente orou em línguas em voz alta. Derek e seu amigo ficaram sentados em silêncio até que a mulher terminou de orar.

A mulher contou a eles que ela teve um sonho em que Derek e seu amigo foram mantidos sob a mira de uma arma. E ela disse que o Senhor a pediu para alertá-los.

“A mulher confirmou meu sonho naquele dia. Mesmo agora, eu sei que Deus nos deu o mesmo sonho por um motivo, porque nada acontece por acaso”, disse Derek. “Algo em mim mudou naquele dia. Meu coração caiu quando percebi que tínhamos o mesmo sonho, e senti no fundo que é hora de me aproximar ainda mais de Jesus.”

Mãe espiritual

Depois daquele dia, Derek formou um vínculo com aquela mulher.

“Ela se tornou minha mãe espiritual. Eu ligava para ela todos os dias. Ela se derramava em mim. Ela lia a Bíblia para mim e tinha conversas profundas sobre Deus comigo”, disse ele. “Ela me levou ainda mais perto de Jesus e mais longe das partes de mim que eu sabia que precisavam mudar, embora eu tenha sido libertado da gangue e nunca mais tenha sido preso”.

Agora com 76 anos, aquela cristã ainda mantem vínculo com Derek.

“Ela derramou [o amor de Jesus] em mim, e agora que ela está mais idosa, eu derramo nela esse amor e cuidado que vem do poder do Espírito Santo”, disse Derek.

Derek LaFleur foi recentemente ordenado ao ministério na Authority Church em Oklahoma City, Oklahoma. (Foto: Arquivo pessoal Derek LaFleurt)

Recentemente Derek foi ordenado ao ministério na Authority Church em Oklahoma.

Ele ministra aos necessitados e já levou outros membros de gangues a Jesus Cristo.



Fonte: Guiame


29/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO