NOTÍCIAS


Estudantes cristãos perdem bolsa de estudo após serem pressionados por muçulmanos



Nas Filipinas, um programa de apoio estudantil contemplou 38 jovens cristãos de diferentes escolas com bolsas de estudos. A iniciativa do projeto educacional foi da Portas Abertas, visando oferecer aos cristãos oportunidades de uma vida mais digna.

Quando líderes muçulmanos souberam disso, porém, tomando conhecimento sobre o movimento cristão na comunidade, eles notificaram os pais dos alunos, avisando que os filhos estavam sendo manipulados para se tornarem cristãos. 

As ameaças pressionaram os pais, que forçaram os filhos a recusar a bolsa. Cinco dos cristãos contemplados tiveram que desistir do benefício. 

Discriminação e cancelamento

Entre os filipinos, aqueles que se decidem pelo cristianismo costumam ser hostilizados pela sociedade. A fé em Jesus faz com que os jovens sejam excluídos de programas assistenciais. 

Mesmo sendo a educação um direito humano básico, aquele que não professa a fé islâmica tem seus direitos impedidos. 

Muitas comunidades cristãs nas Filipinas têm sido perseguidas pelos extremistas islâmicos. Há muitos casos relatados de violência e brutalidade para que os seguidores de Jesus abandonem a sua fé. 

Meios extraordinários de encontrar Jesus

Mesmo com a perseguição aos cristãos nas Filipinas, na tentativa de afastá-los de Cristo, há notícias de eventos sobrenaturais acontecendo no país.

Em julho deste ano, o Guiame publicou o testemunho de um filipino identificado como Ali [nome fictício por motivos de segurança]. Ele nasceu em família muçulmana e nunca havia tido contato com o cristianismo. 

O encontro de Ali com Jesus aconteceu através de um sonho: “Deus me encontrou em um sonho, me mostrando uma luz brilhante e me dizendo para ir a um prédio desconhecido para mim: uma igreja”, ele contou à Portas Abertas.

O muçulmano saiu pelas ruas procurando o prédio do sonho. Quando o encontrou, um líder de jovens da igreja o comprimentou e o convidou para entrar. O cristão, um ex-muçulmano, respodeu todas as perguntas de Ali sobre Jesus e o cristianismo.

Entendendo o Evangelho, então, o muçulmano aceitou Cristo. Porém, ao voltar para sua comunidade islâmica como um crente convertido, enfrentou perseguição e pressões para voltar ao islã.

Apesar das dificuldades e contratempos enfrentados, atualmente Ali serve a Deus com coragem e zelo, e ainda lidera uma igreja doméstica com sua família. Neste ano, ele disse que vai discipular outros ex-muçulmanos que receberam Jesus como Senhor de suas vidas.



Fonte: Guiame


04/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO