NOTÍCIAS


Esposa ora pela salvação do marido e Deus responde em data específica



Joanne Munzone testemunhou a salvação de seu marido, Darren Munzone, depois de ter feito um ato profético. 

Ela creu em seu coração que o esposo poderia aceitar Jesus, no dia 17 de dezembro de 2000, e assim aconteceu. 

Na data marcada, a igreja em que Joanne congregava nos Estados Unidos, Potter’s House, marcou um culto de avivamento, especificamente em um domingo, quando geralmente são mantidas as rotinas de cultos. 

Darren perdeu o pai aos 50 anos, vítima de um ataque cardíaco súbito. Nesse período ele afirmou estar pensando em morrer. 

“Onde meu pai estaria à luz da eternidade? O que Deus pensa da minha vida?”, questionou ele.

O pregador convidado para o evento era um esportista, isso facilitou para que ele aceitasse ir à reunião, já que o esporte era uma paixão incomum entre eles.

“Naquele dia, não havia nada em mim que dissesse: ‘Quero me tornar um cristão”, disse Darren.

Durante o culto, Darren não estava confortável e os pensamentos de morte ainda o perseguiam. Mas no apelo o evangelista desafiou a congregação afirmando que: “Se alguém ali não estivesse bem com Deus, passaria a eternidade no Inferno”.

Nesse momento, o poder do Espírito Santo através da palavra encontrou o seu coração e respondeu os questionamentos que ele havia feito. 

“Perguntei onde estaria meu pai e o que ele achava da minha vida. Eu sabia que não estava bem com Deus e sabia que iria para o inferno se morresse. Eu não sabia onde meu pai estava, mas sabia onde eu estaria”, explicou Darren.

No dia marcado, espontaneamente, ele se levantou e caminhou até o altar. De acordo com o God Reports, toda a congregação chorou e afirmaram estar intercedendo por ele há muito tempo.

O processo do milagre

Joanne Munzone se converteu após sofrer um aborto espontâneo, que a levou para uma depressão profunda. 

Por consequência, ela começou a jogar em máquinas de pôquer nos bares locais e fragilizou a renda da família.

“Isso continuou por algum tempo até que ela jogou todo o nosso dinheiro fora, mas pensei que iríamos nos recuperar”, afirmou seu esposo.

Mesmo sendo viciado em dinheiro, o fato da esposa ter prejudicado as finanças não o chateou tanto quanto a notícia de que Joanne havia aceitado Jesus.

“Daquele ponto em diante, ela viveu para Deus, mas eu rejeitei e lutei contra isso. Nunca fui violento com ela, mas fui violento com minhas palavras. Para mim, era como se ela tivesse se tornado freira ou algo assim. Se eu quisesse me casar com um cristão, teria ido à igreja, mas a conheci em um pub. Isso é um roubo”, concluiu Darren.

O chamado pastoral 

Com o passar dos meses, depois de aceitar Jesus, Darren queria aprender mais de Deus. Então, participou de uma conferência bíblica com a mesma igreja, um zeloso movimento de plantação de igrejas. Foi onde sentiu o chamado para pregar.

Eles se mudaram para mais perto do templo para orar e evangelizar. Hoje, Darren Munzone é pastor de uma igreja em Hurstville, na Austrália.



Fonte: Guiame


13/01/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO