NOTÍCIAS


‘Escolhi Jesus apesar da perseguição, a vida era mais difícil sem Ele’, diz cristão



Sonexay e seu filho Mington — nomes fictícios por motivos de segurança — vivem numa tribo em Laos, onde o cristianismo é expressamente proibido.

Os dois, porém, tiveram um encontro com Jesus e se converteram, em 2021. Quando Sonexay foi descoberto, o líder da tribo que é animista — religião que endeusa os elementos da natureza, como o Sol e a Lua — o convocou para uma reunião.

Ele exigiu que o cristão novo-convertido renunciasse à fé em Cristo. Sonexay, porém, se recusou e então ele e sua família passaram a ser perseguidos. 

Apesar da perseguição, cristãos não negam Jesus

Um dia, a tribo chamou a polícia e prometeu expulsá-los do vilarejo caso não retornassem à fé animista e mesmo com toda pressão, eles permaneceram firmes em sua nova crença. 

Neste ano, pai e filho foram presos pelas autoridades de Laos. Apesar da perseguição e ameaças dos líderes da tribo e autoridades locais, eles permanecem resolutos em não negar a fé em Cristo.

No Laos, os cristãos são hostilizados por fazerem parte de uma religião ocidental e indesejada. Prisão e outros tipos de violência são estratégias usadas pelo governo e comunidades para pressioná-los a deixarem de seguir Jesus. 

“Eu escolhi Jesus, apesar da perseguição. A vida era muito mais difícil sem Ele”, declararam pai e filho que foram ameaçados de prisão várias vezes. 

Mington foi liberado da prisão em julho e o pai em setembro, porém, ambos continuam ameaçados de novas retaliações. 



Fonte: Guiame


01/11/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO