NOTÍCIAS


Em Mianmar, jovens se refugiam em faculdade cristã para escapar da guerra e se convertem



Em meio a guerra civil que assola o Mianmar, pessoas estão colocando sua fé em Cristo de formas milagrosas.

Após o golpe militar em fevereiro do ano passado, civis são mortos e casas são incendiadas, enquanto as forças militares lutam contra movimentos de independência em vários estados no país.

“A guerra civil não está melhorando; todos os dias ocorrem batalhas em todos os estados e em todas as regiões”, relatou um líder de um ministério local, ao Christian Aid Mission.

“Não há segurança em nenhum lugar – assassinatos, bombardeios, tiros e prisões acontecem em todos os lugares”.

De acordo com a organização missionária Aid Mission, muitos birmaneses fugiram para as selvas para escapar do conflito, outros se refugiaram em outras nações.

Pedindo abrigo

Em meio ao caos, alguns jovens tiveram a ideia de pedir abrigo em faculdades e acompanhamentos cristãos no Mianmar.

“Muitos deles permanecem no país e não sabiam o que fazer com suas vidas. Alguns jovens correram para faculdades bíblicas e acampamentos cristãos”, disse o líder, não identificado por razões de segurança.

Recentemente, 48 jovens fugiram para a faculdade do ministério do líder, escapando de ataques militares.

Muitos deles acabaram aceitando Jesus e agora estão estudando a Palavra de Deus, através de bolsas de estudo da instituição.

Em março deste ano, dez meninas também fugiram para a faculdade cristã, após suas aldeias se tornarem verdadeiros campos de batalha.  

“Todas as pessoas das aldeias fugiram para a floresta e essas dez jovens fugiram para o nosso acampamento”, contou o líder. 

Conhecendo Jesus

E testemunhou: “Depois de vir até nós, todas elas foram salvas, e agradecemos ao Senhor por isso. Agora, elas não têm para onde ir e se juntaram avidamente ao nosso colégio bíblico”.

Estudantes do ministério também enfrentaram muitos perigos para poder retornar às aulas da faculdade. 

Três alunos passaram semanas fugindo de combates durante a viagem e um deles foi pego pelos militares e quase foi morto.

“Ele estava prestes a ser morto pelos terroristas. Uma garota implorou por ele e o estudante foi libertado”, afirmou o líder. 

“Eles ficaram na estrada por três dias, depois se mudaram para outro vilarejo, depois se mudaram para outro lugar e, finalmente, depois de três semanas, conseguiram chegar à faculdade”.

Avançando em meio a guerra

Mesmo enfrentando perigos, a faculdade cristã continua discipulando os estudantes e preparando líderes locais de 13 etnias. 

“Bombardeios e tiros costumavam ocorrer perto do campus, mas até agora estamos seguros pela graça de Deus”, declarou o líder. 

“Todos os 161 alunos são estudantes residentes do dormitório. Ensinamos a eles a Palavra de Deus, e há reuniões todos os sábados à noite, domingo de manhã e domingo à noite”.

 



Fonte: Guiame


13/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO