NOTÍCIAS


Em meio a facções, missionários levam Jesus à crianças em favela no Rio


Pensando em oferecer um espaço onde crianças e adolescentes carentes tivessem mais qualidade de vida, Silvio Klayn e Wendel Silva criaram a Associação Beneficente Braços Abertos, mais conhecida como Instituto ABBA.

A instituição missionária foi fundada em 2017, pelos dois amigos que administraram um abrigo por quase três anos. 

Em entrevista ao Guiame, Silvio informou que Deus os direcionou a criar um projeto do zero.

“Pensamos em lutar pelos direitos das crianças. A Constituição diz que todos são iguais perante a lei, mas é gritante a desigualdade. Tudo para o pobre é escasso: educação, segurança, saúde etc. Por isso, pensamos em criar um espaço com atividades para as crianças, com muito amor, carinho, respeito e qualidade”, disse ele.

Ele trabalha com missões e evangelismo desde 2012, quando meditou sobre o texto bíblico em Mateus 9:37: “A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos”.


Atividade recreativa com as crianças. (Foto: Reprodução/Instagram/Instituto ABBA)

“Eu indaguei esse versículo em minha mente dizendo: aqui estão os trabalhadores trabalhando”, contou ele. 

Em um culto de Santa Ceia, Silvio ouviu a voz do Espírito Santo que o direcionou: “Olhe lá para fora”.

“Eu olhei pra rua e vi as pessoas passando de um lado para o outro. Então, essa mesma voz me disse: ‘É lá que faltam trabalhadores e é lá que eu te quero’”, relembrou Silvio, dizendo que seu chamado foi despertado nessa experiência. 

Poucos dias depois, ele começou a ajudar um amigo que tinha problemas com o filho viciado em drogas. 

Silvio passou não só a ajudar esse menino, mas também começou a distribuir quentinhas nas ruas e evangelizar dependentes químicos. 

Segundo o missionário de 41 anos, aqueles que queriam mudar de vida, eram direcionados para um centro de recuperação. 

As atividades no Instituto ABBA

O ABBA é um lugar onde as crianças se sentem acolhidas e as famílias, ainda que não possuam uma raiz cristã, confiam em deixar seus filhos participarem dos compromissos da instituição.

Em 2022, 470 pessoas passaram pelo local, sendo a maioria crianças. As atividades são focadas na educação, através do reforço escolar, ballet, jiu-jitsu, oficinas de xadrez, design gráfico, informática etc. 

“Muitas crianças avançam de série na escola, mas na verdade não aprenderam o básico que é ler, escrever e fazer contas, então essa é a nossa principal atividade”, explicou Silvio.  

Eles também têm uma atividade especial todo sábado a qual chamam de “Sábado Radical”, neste dia a Palavra de Deus é ministrada de maneira interativa, onde missionários de outras organizações podem se candidatar para realizar tarefas com as crianças.


Sábado radical com ajuda de voluntários de outra organização. (Foto: Reprodução/Instagram/Instituto ABBA)

“Fazemos muitas brincadeiras e também é o dia em que conseguimos dar almoço para as crianças”, contou ele.

Para os jovens e adultos, a instituição oferece cursos profissionalizantes como assistente administrativo, departamento pessoal, elétrica residencial e trancista. 

Comunidade e guerra de facções

O Instituto ABBA está localizado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. A região é rodeada por uma comunidade e fica bem no meio de duas facções rivais.

Segundo Silvio, em dias de tiroteio eles precisam fechar as portas para a segurança da equipe e também das crianças. 

“Fazemos nosso trabalho normalmente, pregando o amor de Jesus através das ações. Vêm crianças dos dois lados e nunca tivemos problemas”, disse ele. 

O missionário relembrou um testemunho que o impactou em 2019:  

“Iniciamos um curso técnico de refrigeração, dias antes de começar o curso, um jovem matriculado foi assassinado. Ligamos para sua mãe e ela contou aos prantos que seu filho tinha saído da criminalidade e que estava disposto a mudar de vida, por isso queria fazer o curso. A vida dele foi ceifada pela facção rival na escada de sua casa”. 

Felizmente, os testemunhos sobre o impacto do projeto na vida das crianças e famílias impulsionam cada vez mais a equipe no local.

Os voluntários sempre ensinam as crianças a fazer uma oração de agradecimento e explicam a elas a importância de manter um relacionamento com Deus através do diálogo. 

“Certa vez, o educador colocou a turma dele em volta da mesa na hora do lanche e colocou uns biscoitos na mesa, enquanto ele saiu para buscar o suco, uma criança foi pegar um biscoito para comer. Mas outra criança a impediu dizendo que não poderia comer antes de agradecer a Deus”, relembrou Silvio.


Menino orando durante atividade do projeto. (Foto: Reprodução/Instagram/Instituto ABBA)

E continuou: “Ela explicou ao coleguinha que no dia anterior não tinha nada pra comer na casa dela, então pediu a Deus que enviasse comida e pouco tempo depois chegou alguma coisa pra eles comerem. E continuou a falar com o coleguinha: ‘Não devemos deixar de agradecer a Deus porque Ele nos envia o alimento’. Então todos esperaram o tio voltar com o suco e agradeceram juntos. Isso tudo foi observado por outro voluntário que estava na janela da sua sala. Quando ele compartilhou isso, vimos lágrimas correndo de seus olhos”. 

Construindo sonhos

Silvio contou ao Guiame que tem o sonho de abrir outros ABBAs em mais comunidades, porém, ainda tem muito o que fazer na sede.  

Eles ganharam um terreno onde pretendem construir uma quadra poliesportiva, mas também não possuem o recurso necessário no momento. 

“Com essa quadra construída, vamos atender aproximadamente 800 crianças”, disse ele.

Na Páscoa deste ano, o Instituto ABBA distribuiu 300 caixas de bombons em uma programação especial para as crianças. 


Silvio na Câmara dos Vereadores/DC em uma homenagem pelos trabalhos que o ABBA tem feito na sociedade. (Foto: Reprodução/Instagram/Instituto ABBA)

Foi apresentada uma apresentação teatral ‘A Verdadeira Páscoa’, contando a história da morte e ressurreição de Cristo em dois horários: pela manhã para as crianças de 4 a 9 anos e à tarde para os maiores entre 10 a 14 anos.

Silvio é técnico em informática e funcionário público concursado da prefeitura do Rio de Janeiro há 18 anos. Pensando nos projetos futuros para o ABBA, ele contou ao Guiame que estão planejando encorajar a carreira profissional dos jovens, eles criaram o ‘ABBACast’, um podcast destinado à empreendedores e empresários locais onde irão compartilhar a trajetória de sua carreira. 

“O objetivo é mostrar aos jovens que eles podem mais, que as ideias que eles têm podem sair do papel e também é um espaço para quem deseja começar a gravar seus próprios conteúdos de podcast e não tem esse espaço. Seremos a única sala de podcast da redondeza”, concluiu Silvio. 



Fonte: Guiame


12/04/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
ADORAÇÃO MÁXIMA