NOTÍCIAS


“Demônios amigáveis”: Especialistas alertam que a cultura está normalizando a feitiçaria



A presença constante e crescente de práticas que a Bíblia condena, na atual sociedade, como ocultismo, feitiçaria e horóscopo, tem colaborado para que muitas pessoas se afastem de Deus.

“Existe um fascínio pelo mal na sociedade agora”, disse Petra Knott que é co-autora do livro “A Ciência da Libertação: Como a Libertação Espiritual Traz a Cura Física”. Ela explica que a feitiçaria dá às pessoas a ilusão de controle.

“Há uma grande atração pela feitiçaria porque as pessoas sentem que podem melhorar suas vidas, e a Igreja tem sido reticente em falar sobre essas coisas. Estamos deixando um vazio”, comentou.

Projetos malignos e a dessensibilização infantil

Temos um grande interesse no sobrenatural e as pessoas não sabem a quem recorrer para aprender sobre isso. “Então, elas estão se voltando para o lado errado”, resumiu. 

O medo, segundo a escritora, é outro fator que leva as pessoas a essas práticas. Em seu ministério, Petra diz que encontra muitas pessoas em busca de libertação, mas elas dizem que “nunca se envolveram com feitiçaria”. 

“As pessoas dizem que ‘participaram de sessões espíritas, consultaram horóscopos, tabuleiros Ouija’, mas que nunca tiveram contato com bruxaria. Isso porque elas acham que tudo isso faz parte de diversão e jogos”, disse ao apontar que a feitiçaria, na verdade, está contida nessas práticas. 

Jareb, que escreveu o livro com Petra, acrescentou que as pessoas não percebem o quanto a cultura já está inundada com os “projetos do inimigo” e alertou sobre a “dessensibilização das crianças” na sociedade moderna.

‘Satanás quer reinar na cultura’

Pedacinhos de “feitiçaria amigável” estão sendo acrescentados à construção cultural infantil, através de filmes como “Harry Potter”, por exemplo, conforme Jareb continua a explicação.

Ele cita também alguns programas e desenhos de vampiros que ganharam destaque. “Tudo isso acrescenta ao demoníaco um rosto amigável e faz com que isso seja palatável e divertido”, disse.

O escritor exemplifica apontando para crianças que recebem uma varinha mágica e saem fazendo pequenas abracadabras em suas brincadeiras. 

“Com o tempo esses elementos abrem portas para o inimigo e os demônios vão ganhando espaço”, disse ao enfatizar que o plano de Satanás é criar uma cultura onde ele possa reinar e onde os pensamentos de Cristo e da salvação ocupam o segundo lugar. 

‘Os cristãos precisam se levantar’

Petra e Jared, que atuam em conjunto na libertação das pessoas da influência demoníaca, alertam que o inimigo somente espera uma brecha para entrar na vida das pessoas, nas famílias e nos locais de trabalho. 

“E nós estamos dando oportunidade para ele entrar. Se há ou não um demônio esperando atrás da porta é irrelevante, porque a porta está aberta”, disseram. 

Sendo assim, é só uma questão de tempo. Para que não haja atuação demoníaca, é necessário que portas sejam fechadas, fechando o acesso do inimigo na vida das pessoas. 

Para concluir, Jareb disse que a solução é que os cristãos se levantem, compartilhem a verdade e testemunhem às pessoas ao seu redor. “Quando os indivíduos estão encontrando consolo no ocultismo e não em Cristo, esse é um problema que a igreja precisa resolver”, destacou.

“Existe um fascínio e uma grande atração das pessoas para o mal, essa é a triste verdade. Devemos ofuscar o que o inimigo está tentando fazer. Isso é algo que precisa ser remediado pelo corpo de Cristo. Precisamos ser o que Deus nos chamou para ser”, concluíram os autores.



Fonte: Guiame


03/10/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO