NOTÍCIAS


Através da oração, recém nascido volta à vida após 20 minutos sem batimentos


Após cinco anos orando a Deus por um segundo filho, Deanna e Lee engravidaram. O casal dos Estados Unidos, que lutou com a infertilidade, comemorou a gravidez como um presente do Senhor.

“Sabíamos que Deus havia nos dado esta criança”, disse a mãe, em entrevista à CBN News.

O menino, chamado de Jack, crescia saudável durante a gestação. Porém, Lee teve um direcionamento de Deus de que algo aconteceria, mas que acabaria tudo bem. Então, o pai passou a orar incessantemente ao longo da gravidez da esposa.

Na data marcada para dar à luz, Deanna não sentiu contrações e os médicos decidiram induzir o parto.

Com efeito contrário, a mãe passou muito mal, sofrendo dor intensa, vômitos e queda repentina de pressão.

“Eu estava tão preocupada com Jack e estava com tanta dor ao ponto que eu pensava: ‘Vou sobreviver a isso?’”, lembrou Deanna.

Enquanto ela era encaminhada para uma cesariana de emergência, Lee chamou a família e os irmãos de sua igreja pelas redes sociais para intercederem pela esposa. 


Lee e Daenne com sua família. (Foto: Reprodução/YouTube/The 700 Club).

O pai clamou a Deus, lembrando da promessa que Ele havia lhe dado. “Deus, por favor, você me prometeu”, gritou,no corredor do hospital.

No parto, o útero de Deanna rompeu e ela perdeu muito sangue, mas se recuperou. No entanto, o bebê nasceu sem batimentos e os médicos iniciaram a reanimação.

Como resposta de oração, Jack voltou à vida após ficar 23 minutos sem respirar. O bebê foi transferido para a UTI neonatal em outro hospital, no Alabama. 

Risco de danos cerebrais

A equipe médica informou aos pais que havia grande chance do bebê ter danos cerebrais, paralisia cerebral ou problemas de desenvolvimento.

Lee e Deanne persistiram em oração por um milagre completo e uma corrente de oração se formou na web pela vida de Jack.

Após semanas internado, o menino se recuperou e recebeu alta do hospital. Ao contrário do prognóstico médico, Jack cresceu saudável e não apresentou nenhuma sequela.

“Você tem um bebê milagroso”

“Você tem um bebê milagroso. Não há explicação para isso além dele ser um milagre”, disse o médico à mãe.

Hoje, após três anos que seu filho voltou à vida, Lee e Daenne louvam a Deus pelo milagre recebido.

“Nenhuma das coisas que poderia ter acontecido aconteceu. Deus o curou, ele não está bem, ele está muito bem”, testemunhou o pai.

E a mãe completou: “Se Deus não tivesse intervido, talvez não estaríamos aqui. Muito agradecida pelas orações, estou impressionada com a bondade de Deus”.



Fonte: Guiame


05/01/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO