NOTÍCIAS


Atleta prega Jesus após premiações: “Meu propósito na vida é agradar a Deus”



Na última segunda-feira (17), o jogador Alfred Joel Horford Reynoso, conhecido como Al Horford, conquistou seu primeiro título da NBA

Após a vitória de seu time Boston Celtics sobre o Dallas Mavericks, que garantiu o 18º título da franquia na liga de basquete americana, o atleta glorificou a Deus.

Aos 38 anos, o atleta entrou na galeria histórica dos campeões depois de 17 temporadas e mais de 1000 jogos disputados. 

Durante a cerimônia de entrega do troféu, Al Horford declarou: “Glória a Deus”. O jogador é cristão e costuma falar abertamente sobre a importância da fé em Jesus no seu dia a dia.

“Sei que já disse isso antes, mas quero dar glória ao Senhor por me colocar nesta posição”, disse ele ao portal da NBA.

Horford, natural de Puerto Plata, na República Dominicana, marcou 9 pontos e pegou 9 rebotes na competição. Com isso, o Celtics obteve um diferencial positivo de 20 pontos.

O relacionamento do jogador com Jesus não é algo recente. Em 2021, ele testemunhou: 

“Todo o meu propósito na vida é agradar a Deus, fazer a sua vontade e viver minha vida de acordo com seu exemplo. É assim que conduzo minha vida e então sei que o resto se encaixará, seja eu sendo um jogador de basquete, sendo o melhor pai, sendo o melhor marido e apenas tentando ajudar todos que posso ao longo do caminho”.

Em um podcast, o atleta afirmou mais uma vez que Deus é o fundamento de sua vida: “Todos os dias, quando oro, estou sempre agradecendo e dando glória por tantas coisas”.

Horford lê a Bíblia todos os dias e, apesar de viajar durante toda a temporada, procura se reunir com outros cristãos sempre que possível.

Liderança de Cristo

O treinador da equipe, Joe Mazzulla, destacou que segue “os valores de liderança de Jesus”. 

Para comemorar a vitória, Mazzulla usou uma camiseta com a frase: “Mas primeiro, deixa eu agradecer a Deus”.

O treinador também tem compartilhado sua fé em Jesus ao longo dos anos, tanto em entrevistas, como em declarações após os jogos. Em 2022, ele contou como se inspirou na liderança de Jesus para realizar seu trabalho. 

“É claro que se 2.000 anos depois ainda há pessoas falando sobre Ele, é porque Ele fez um bom trabalho”, afirmou o treinador.

Na juventude, Mazzulla enfrentou diversos problemas e até chegou a ser preso. Hoje, ele explica como sua perspectiva de vida mudou após um encontro com Cristo.

“À medida que você cresce como pessoa, você tem que ser constante e restabelecer sua identidade. Eu não tinha uma identidade clara na minha vida, até encontrar esse alicerce na fé e no meu propósito”.

“Eu realmente tive que entender a graça, e quando compreendi, entendi a necessidade de me render. A partir daí, percebi o equilíbrio entre orgulho e humildade, e como alinhar meu coração com o impacto que meu relacionamento com Cristo produz”, concluiu Mazzulla.

 



FONTE: GUIAME


20/06/2024 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/OFICIALDESTAKGOSPEL/

NO AR:
- DESTAK GOSPEL