NOTÍCIAS


Ateia aceita Jesus após viver cura milagrosa no leito de morte



A americana Cassidy Kellagher era uma atéia convicta e uma ativista LGBT até ter uma experiência sobrenatural com Deus no leito de morte.

Tudo mudou para a jovem, que zombava da fé dos cristãos, em junho de 2019. Após sofrer de dor de estômago durante uma semana, Cassidy foi ao pronto-socorro.

Os médicos a diagnosticaram com Doença de Crohn, uma enfermidade inflamatória do trato gastrointestinal que não tem cura.

A saúde da ateia logo piorou, ela perdeu 60 quilos em três meses e ficou dependente de analgésicos. Todos os dias, Cassidy sentia dor em todo corpo e não conseguia se alimentar direito, porque a comida machucava seu estômago.

Após seis meses suportando dores terríveis, a jovem não queria mais viver e desejou a morte para acabar com seu sofrimento.

Na véspera de Natal de 2019, Cassidy passou muito mal e precisou ir ao hospital. Ela sentiu que seria seu último dia de vida. 

Visitada por um anjo

Enquanto estava deitada em seu quarto, uma enfermeira jamaicana entrou e perguntou se a jovem gostaria de comer. 

Se sentido fraca, a ateia não teve forças para responder e as lágrimas começaram a cair pelo seu rosto. 

Então, a enfermeira disse que iria orar por ela. Cassidy reuniu toda força que podia para tentar impedir, dizendo que era ateia.

Porém, a mulher começou a interceder por ela, cheia de compaixão e fé, e declarou: “Você será curada”.

Cassidy foi dormir, acreditando que morreria naquela noite. Mas, ela acordou na manhã seguinte e, para surpresa de todos, não sentia mais dor.

A jovem contou que tinha uma luz dentro dela e depois de um dia, recebeu alta do hospital. Em vez de se voltar para Deus, agradecida pela cura, a ateia continuou sua vida festeira.

Em busca de respostas

Em busca da luz que sentiu no quarto de hospital, Cassidy fez yoga, mas não a encontrou. Ela também achou que Deus era a Mãe Terra e a natureza, mas ainda sentia um vazio em sua alma.

Certo dia, a ateia acordou pensando na enfermeira que orou por ela no leito de morte. Então, Cassidy procurou a mulher no hospital e nas redes sociais, mas não a encontrou.

Até que a jovem compreendeu que ela era na verdade um anjo enviado por Deus para ministrar cura.

Alcançada pelo amor de Deus, Cassidy deixou de lado seu orgulho e colocou sua fé em Jesus. 

Mesmo ainda enfrentando dificuldades em sua saúde, a ex-ateia testemunha que agora tudo é melhor, porque tem o Senhor ao seu lado.

Para aqueles que estão buscando sentido e respostas em outras religiões, Cassidy diz que Jesus é a verdade e o único caminho.

“Jesus morreu na cruz e disse que está consumado. Jesus sempre vence”, declarou ela.



Fonte: Guiame


11/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO