NOTÍCIAS


Após pregarem em barco, evangelistas são jogados na água e morrem afogados



Cinco evangelistas morreram afogados, após serem jogados por muçulmanos radicais de um barco, onde pregavam o Evangelho aos passageiros, em Uganda, no mês passado.

De acordo com o Morning Star News, no dia 10 de agosto, os trabalhadores da igreja End Time Word Ministry viajavam de Nakasongola para Apac em um barco.

Ankunda, Pedro Agaba, Julieta Asaba, Johnson Karungi e Julius Lweere, com idades entre 27 a 52 anos, pretendiam plantar uma igreja no distrito de Apac.

Durante a viagem, os evangelistas começaram a pregar Jesus para um grupo de dez muçulmanos que estava a bordo.

“No nosso caminho, Tonny Ankunda começou a pregar para as pessoas no barco, o que resultou em uma grande discussão entre os muçulmanos e os missionários sobre a filiação de nosso Senhor Jesus Cristo”, relatou Amos Kyakulaga, um líder local que sobreviveu ao ataque.

Segundo Amos, um dos muçulmanos, chamado Bashir, passou a ameaçar os cristãos, dizendo: “Se você continuar insistindo que Jesus é o Filho de Deus, então Alá matará todos vocês”.

Ignorando as ameaças, os cristãos continuaram pregando que Jesus era o filho de Deus enviado para salvar o mundo. 

Então, Bashir ordenou que eles renunciassem a Jesus e seguisse a Alá: “Estamos dando a você um último minuto para parar sua blasfêmia e se converter, confessando a shahada (credo islâmico), ou então suas vidas estão em risco”.

Ao se recusarem a negar a Cristo, os cinco evangelistas foram lançados pelos islâmicos no lago Kyoga, que possui cerca de cinco metros de profundidade.

Com o barco a 200 metros da costa, todos eles morreram afogados. Mais tarde, autoridades e pescadores retiraram os corpos do lago.

A polícia já identificou outros dois suspeitos que mataram os cristãos e está em contato com a igreja e autoridades locais.

O ataque é mais um caso de perseguição violenta contra cristãos em Uganda. Apesar da Constituição do país garantir a liberdade religiosa e os muçulmanos representarem apenas 12% da população, há muitos casos de violência contra cristãos e vários assassinatos.

 



Fonte: Guiame


12/09/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO