NOTÍCIAS


‘A maioria não conhece as profecias do Fim’, diz produtor de “Deixados Para Trás”



Para Kevin e Sam Sorbo, estrelas do filme sobre o fim dos tempos “Deixados para Trás: a Ascensão do Anticristo”, filmes sobre escatologia ajudam a dar vida a histórias bíblicas importantes.

“Mudamos o mundo contando histórias e Jesus era um contador de histórias”, disse Sam Sorbo ao Faithwire ao enfatizar que a história cristã é a verdadeira história da humanidade. 

“E o diabo não não tem histórias, é por isso que se torna tão importante continuar a incutir nas pessoas a narrativa cristã”, continuou. 

Kevin e Sam se casaram em 1998 e têm três filhos. Eles se conheceram no set enquanto os dois atores trabalhavam na série “Hercules”, que durou de 1995 a 1999.

O casal trabalhou junto com frequência ao longo dos anos, produzindo e estrelando o filme “Haja Luz”, entre outros projetos.

‘Jesus está voltando e nisso concordamos’

Kevin Sorbo destacou também sobre a variedade de perspectivas que os cristãos têm sobre o arrebatamento e disse que isso não é motivo de conflito.

“As pessoas terão seus próprios pontos de vista e o filme apresenta um deles”, disse ao lembrar que nem todos concordam com o arrebatamento antes da Grande Tribulação.

“Mas em uma coisa todos podemos concordar: se você é cristão, você acredita que Jesus está voltando”, simplificou. 

Para Sam Sorbo contar histórias e apresentar perspectivas através de filmes como a série “Deixados para Trás” é algo muito importante, independente da linha escatológica que os espectadores defendem.

‘Visões diferentes sobre arrebatamento’

“Existem pessoas por aí que têm visões diferentes do arrebatamento e da tribulação. Há escatologias diferentes e eu entendo isso. No entanto, ainda acho importante contar essas histórias pelo menos para que as pessoas abram a Bíblia e exponham isso a outros que nunca ouviram falar do assunto”, disse a atriz.

Ela também elogiou o roteiro de “Deixados para Trás: a Ascensão do Anticristo” por se relacionar “tão intimamente com o que está acontecendo no mundo hoje”.

Paul LaLonde, escritor e produtor do mais recente filme da série, também foi entrevistado e falou sobre os objetivos por trás do longa-metragem.

“A grande maioria das pessoas ainda não sabe nada sobre profecia, e isso inclui a igreja. É como a Bíblia profetizou — as pessoas se afastaram da profecia”, ele apontou. 

‘Não temos como não nos preocupar com isso’

Apesar de ser classificado como ficção, o filme é baseado na teologia bíblica real e fala sobre o que deve acontecer durante o fim dos tempos.

“A realidade é que não temos a opção de simplesmente não nos preocuparmos com isso. A profecia é importante e ocupa mais de um terço da Bíblia”, concluiu LaLonde.



Fonte: Guiame


10/02/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO