NOTÍCIAS


400 igrejas batistas foram perdidas na guerra da Rússia contra Ucrânia


Pelo menos 400 igrejas batistas ucranianas foram perdidas na guerra da Rússia contra a Ucrânia, informou o presidente do Seminário Teológico Batista Ucraniano, Yaroslav Pyzh, na última sexta-feira (12).

Para Pyzh, o maior desafio agora é reconstruir a liderança pastoral nas cidades para onde os pastores foram deslocados.

“Desde que a guerra começou, há seis meses, perdemos cerca de 400 igrejas batistas. E então a verdadeira construção é a reconstrução da liderança, porque se você reconstruir edifícios e não tiver pastores para liderar as igrejas, não acho que vai adiantar”, disse Pyzh à Baptist Press.

“Então, o verdadeiro desafio não é reconstruir paredes, janelas e portas. O verdadeiro desafio é semelhante ao desafio de Neemias”, acrescentou Pyzh. “Não se trata apenas de reconstruir os muros de Jerusalém. É a reconstrução da nação de Israel, da adoração a Deus. É a mesma coisa aqui na Ucrânia.”

Muitos pastores foram deslocados de áreas devastadas pela guerra, sem que ficassem líderes para pregar esperança a esses locais. 


Presidente do Seminário Teológico Batista Ucraniano, Yaroslav Pyzh. (Foto: Captura de tela/Vimeo/UBTS)

Cerca de 2.300 congregações batistas existiam em toda a Ucrânia antes do início da guerra em fevereiro, de acordo com a União de Igrejas Evangélicas Cristãs Batistas de Toda a Ucrânia.

“Nosso principal desafio no futuro, quando a guerra terminar, é preencher a lacuna na liderança que perdemos. E, infelizmente, quanto mais a guerra durar, maior será a lacuna”, disse Pyzh. “A Igreja não são edifícios. São pessoas deixando aquele lugar e se mudando para os Estados Unidos, Alemanha ou para outros lugares. E com essas pessoas, os pastores também foram embora.”

Perseverança em meio a guerra

A tendência, no entanto, não é regra absoluta. Enquanto mais de 6,2 milhões de pessoas permanecem deslocadas dentro da Ucrânia, muitos pastores permaneceram e as igrejas responderam às necessidades dos tempos de guerra.

Pyzh estima que cerca de 150 graduados e estudantes do Seminário Teológico Batista Ucraniano estão trabalhando nos centros We Care, oferecendo apoio material e espiritual às comunidades devastadas pela guerra.

Pyzh, que é pastor da Journey Church em Lviv, encoraja os cristãos a continuarem orando pela reconstrução da liderança da igreja na Ucrânia e permanecerem doando aos esforços de ajuda humanitária no país.


O Seminário Teológico Batista Ucraniano atua na reconstrução das comunidades. (Foto: Captura de tela/Vimeo/UBTS)

“No geral, as doações estão caindo muito, não como há dois ou três meses atrás. As pessoas estão cansadas da guerra, mas vejo uma tremenda diminuição nas doações”, lamentou.

E completou: “O mesmo Deus que foi fiel no passado será fiel no futuro. Então, no meio de toda a luta pela qual estamos passando agora, estamos ansiosos com grande esperança, sabendo que Deus está conosco através de vocês”.



Fonte: Guiame


16/08/2022 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO