NOTÍCIAS


1 a cada 15 cristãos na América Latina é perseguido por causa de sua fé



A perseguição aos cristãos está se espalhando pela América Latina e o alerta foi dado através da Lista Mundial da Perseguição 2023 (LMP). 

De acordo com os relatórios da Portas Abertas, 1 a cada 15 cristãos latino-americanos já é perseguido por sua fé e esse número está aumentando ao longo dos últimos anos. 

Conforme a organização, no mundo todo, 1 a cada 7 cristãos é perseguido. Segundo a pesquisa, realizada anualmente há 30 anos, mais de 360 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e violência por seguirem a Cristo.

Situação dos cristãos na Nicarágua

Um dos dados que mais chamou a atenção na Lista de 2023 foi o crescimento da violência contra cristãos na América Latina. “Este ano, mais um país entrou no ranking dos 50 em que cristãos são mais perseguidos: a Nicarágua”, escreveu a organização.

Além deste país, Colômbia, Cuba e México também compõem a Lista. Mas, a posição da Nicarágua subiu muito durante o período de apuração da LMP, o que reflete a repressão do governo, que aumentou desde os protestos em abril de 2018.

A igreja tem sido um alvo em especial, por causa da reputação de autoridade e legitimidade que possui no país. Represálias políticas incluem danos a igrejas, fechamento de faculdades e universidades cristãs, ONGs cristãs e estações de rádio e TV que pertencem a igrejas.

Prisões arbitrárias e a expulsão de líderes religiosos do país também chamaram a atenção da comunidade internacional. 

Cuba, Colômbia e México

As violações à liberdade religiosa motivadas politicamente visam intimidar os cristãos a fim de silenciá-los e fazer a igreja e seus líderes perderem credibilidade entre a população.

Vale ressaltar que além da Nicarágua, a situação da Igreja em Cuba também piorou bastante, subindo 10 posições na Lista — de 37º lugar para 27º. O regime ditatorial intensificou suas táticas repressivas contra todos os líderes e ativistas cristãos que se opõem aos princípios do regime comunista. 

A Colômbia que estava na 30ª posição também subiu oito posições, passando para a 22ª colocação, por conta do aumento da violência, incluindo assassinatos. 

E o México subiu da 43ª para a 38ª posição. Este aumento reflete o crescimento no nível extremo de violência. O número de denúncias contra cristãos no México foi recorde.

Regimes autoritários

Para o secretário geral da Missão Portas Abertas no Brasil, Marco Cruz, a América Latina é uma região de tensão e merece atenção especial este ano, no que se refere à perseguição aos cristãos. 

“A opressão direta do governo contra os cristãos vistos como ‘vozes da oposição’ é comum em países com regimes autoritários na América Latina. Além disso, o crime organizado se instalou, especialmente nas áreas rurais para os cristãos que se manifestam contra as atividades dos cartéis”, concluiu.



Fonte: Guiame


31/01/2023 – Destak Gospel

COMPARTILHE

SEGUE A @DESTAKGOSPELFM

(21) 98232-3994

destakfm@msn.com
Rio de Janeiro

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO